Entenda por que os Defensores não vão aparecer em Guerra Infinita

Curte lá!
Dá um follow aê!
Segue lá!
Se inscreve aê!

 

Enfim a série dos Defensores está entre nós. Após 2 anos de construção, finalmente podemos ver Matt Murdock, Jessica Jones, Luke Cage e Danny Rand (o Punho de Ferro, caso ele não tenha deixado isso claro nas 100 vezes em que fala isso ao longo de seu próprio programa).  E para minha supresa, que estava bem desanimado após o fraquíssima série do menino com soco brilhante e das desanimadas primeiras impressões, o seriado recebeu o selo de fresh Rotten Tomatoes. Sei que é importante ter opinião própria e tal, mas como no momento em que escrevo esse texto ainda faltam algumas horinhas pra ela ser lançada, ainda não posso dar o meu parecer.

 

Mas chega de papo, vamos ao que interessa. Ano que vem Thanos vai chegar com tudo, o vilão mais poderoso que os Vingadores já enfrentaram até vai destruir geral sem dó nem piedade, o que faz com que toda ajuda seja bem vinda. Em meio a todo esse caos, os fãs continuam se perguntando: por que os Defensores ainda não foram confirmados na batalha? Essa é facil de responder. Porque eles não vão participar dela. Não que eles não sejam bons os suficientes pra entrar na briga, a  verdade é o motivo é mais, digamos assim, burocrático.

 

 

Kevin Feige, o cara que planejou todos os filmes da Marvel, cuida só dessa parte do cinema. Já o departamento de TV fica sob a tutela de Ike Permultter. Não quero me estender sobre o assunto, mas digamos que os dois caras não são lá muito amigos. Lembra de Vingadores: Era de Ultron, mais especificamente da cena em que o Thor mergulha numa fonte de águas termais para ter visões do futuro? Todo mundo concorda que esse trecho destoou completamente do que vinha sendo apresentado no longa.  Mas não é só isso, coloque na conta do cara a saída de Joss Whedon, que após o lançamento do segundo filme do grupo de heróis começou a ser culpado por todas as alterações propostas (leia-se impostas) por Permultter. Isso foi a gota d’água para que Kevin Feige assumisse a presidência da Marvel, tendo que responder apenas ao presidente da Disney.

 

Achou pouco? Calma que ainda tem mais. Rumores dizem que Pantera Negra e Viúva Negra já deviam ter ganhando seus próprios filmes há muito tempo, na fase 1, para ser mais exato, só que Ike, um sujeito extremamente conservador, não deu sinal verde para os longas. Lembra da polêmica da boneca da Viúva Negra, em que não era possível encontrar nenhuma boneca da espiã ruiva à venda nas lojas de brinquedos? Adivinha quem, segundo boaos, não teria autorizado a produção de brinquedos da personagem.

 

Uma das únicas fotos que você vai encontrar do Ike Permultter. E ela já bem velha.

 

 

Já deu pra ver que a treta é grande, fazendo com que um acordo entre os dois seja muito improvaével. Entretanto, esse é apenas um dos motivos. O outro diz respeito à dificuldade de se unir cinema e televisão. São departamentos completamente diferentes. Você se lembra da última vez que tentou juntar seus amigos pra um churrascão? Um fala que não pode essa semana por causa das provas da faculdade, o outro diz que semana que vem não dá porque vai viajar, sem falar naqueles que nunca respondem.  Agora imagine o quão mais complicado não deva ser juntar duas equipes que estão presentes em mídias completamente diferentes.

 

Atores de ambos os lados já mostraram interesse no encontro, mesmo assim, juntar Defensores e Vingadores na telona é algo que vai muito além de boa vontade, salários e agenda dos atores, envolve também a colaboração de duas divisões, Cinema e TV, que aparentemente não conversam entre si. O mais provável é que a decisão de situar as séries da Marvel no mesmo universo dos filmes se deva ao estrondoso sucesso do primeiro Vingadores. Até porque, foi só o filme arrebentar nas bilheterias de todo o mundo para Agents of S.H.I.E.L.D. ser anunciada, com a volta do Agente Coulson, uma decisão que eu duvido muito que tenha sido aprovado por Kevin Feige. Quando perguntado sobre a reunião das duas equipes, Feige deu uma resposta bastante vaga:

 

“O futuro é muito tempo. A verdade é que eu realmente não sei, mas existem muitas séries de TV sendo feitas, e esperamos continuar fazendo muitos filmes. Em algum ponto haverá um crossover. Crossover, repetição, algo assim.”

 

A serenidade no olhar de quem não precisa mais aguentar o Ike Permultter.

 

Ou seja, poder é claro que pode. Algum dia. Assim como, algum dia, Guardiões da Galáxia e Star Wars podem se encontrar em um filme, para isso Marvel e Lucasfilm apenas precisariam estar de acordo com isso. O que, vamos combinar, é bem difícil de acontecer. Claro, um crossover entre cinema e TV feito pela Marvel tem bem mais chancer de rolar, o que não significa que não envolveria tanta burocracia quanto.

 

Os quatro integrantes dos Defensores, por si só, já podem ser considerados obstáculos. Como são mais sérios, trágicos e violentos, eles destoam totalmente do tom das produções da Marvel para o cinema. Ficaria estranho se, de uma hora pra outra, Demolidor ou a Jessica Jones aparecerem contando piadas em Guerra Infinita, para logo em seguida voltarem a ser sisudos em seus respectivos programas. Sem falar que de todos os membros dos Defensores, apenas dois deles, Jessica Jones e Luke Cage, seriam realmente úteis na luta contra o Thanos.

 

Mesmo sendo protagonista dos melhores momentos de luta das séries Marvel/Netflix, o Demolidor ainda assim não seria de muita utilidade contra uma horda alienígena, tendo em vista que diversas vezes ele já foi quase derrotado por inimigos humanos. Lembra da (incrível) cena do corredor na 1ª temporada? Então você também deve recordar que ele quase morreu nessa luta. A situação do Punho de Ferro pode ser considerada ainda pior, já que ele não sabe como controlar o próprio poder e quando o faz usa apenas para abrir portas, como pudemos ver na primeira temporada de sua série.

 

E já me adianto quanto aos possíveis comentários sobre esse texto: não, eles não são mais úteis que a Viúva Negra e que o Gavião Arqueiro. Enquanto Natasha Romanoff é uma espiã com extensa experiência de campo e vasta habilidade em diversas artes marciais, Clint Barton é o cara que, independente da arma que estiver usando, nunca erra, além de ser um brilhante estrategista. Lembram quando ele, com uma única flecha, quase derrubou o aeroporta-aviões da S.H.I.E.L.D. em Vingadores?

 

Inúteis? Nós?

 

Enfim, seria sensacional se a galera do Demônio de Hell’s Kitchen se encontrasse com a galera do super soldado, assim como também seria sensacional ver os agentes da S.H.I.E.L.D., o Motorista Fantasma e até mesmo os Inumanos (apesar do visual um tanto quanto tosco) se juntando à briga. Só que, acredite se quiser, quando se trata de uma empresa gigantesca e bilionária como a Disney, tem coisas que são mais complicadas do que organizar um churrascão com a galera.

 

Leia TUDO SOBRE Os Defensores!

Comenta aí, Marvete!

legadodamarveldisqus