Tag: Thor: Ragnarok

Thor: Ragnarok foi o décimo-sétimo filme da Marvel Studios, sendo a terceira aventura solo do Deus do Trovão no MCU. Ragnarok é o Thor 3, mas todos agem como se o filme fosse na verdade o recomeço, e o primeiro passo de uma nova trilogia, afinal, a reformulação no personagem foi completa, desde no tom do filme como na própria personalidade do herói e atuação de Chris Hemsworth, em seu melhor momento vivendo o personagem e se redescobrindo como muito talentoso pra comédia.

O filme foi anunciado ainda no começo de 2014, e em outubro daquele ano teve seu título revelado, junto com uma sombria e épica logo. A pegada sombria com certeza foi trocada a partir do momento em que a Marvel sondou o diretor Taika Waititi. Perguntado sobre qual seria sua visão para o projeto, Taika fez um vídeo com cenas de filmes como Aventureiros do Bairro Proibido, e usando a música Immigrant Song do Led Zeppelin.

Nem preciso falar o quanto essa ideia maluca agradou a Marvel, não é à toa, a música entrou no trailer e também no filme, tocando DUAS VEZES! Logo após a confirmação de Taika, tivemos também a entrada de Mark Ruffalo ao filme, cujo Hulk estava com o futuro em aberto após o final de Vingadores: Era de Ultron. E aí estavam reunidos os elementos que fariam história.

Ragnarok pegou todo mundo de surpresa pelo seu humor debochado e escrachado misturado com uma ação épica e um uso caprichado de cores e psicodelia de uma ópera espacial. O filme é o melhor de toda a trilogia, reconquistando todos aqueles que não amavam tanto os dois primeiros. Resultado: uma bilheteria de sucesso, acumulando 853 MILHÕES de dólares mundialmente, e aclamado pela crítica, com 93% de aprovação no Rotten Tomatoes.

Boa parte do senso de renovação se deve ao fato do filme ignorar completamente todos os coadjuvantes dos filmes anteriores. Jane Foster, Darcy, Selvig… todos completamente descartados, assim como os 3 Guerreiros, que morrem, e a Lady Sif, cujo destino permanece em aberto até hoje.

No lugar deles, eis que surgem os melhores coadjuvantes do MCU: Valquíria, Korg e o Grão Mestre! Além disso, o filme foi o último ponto de parada na trama principal do MCU, mostrando finalmente que o Thanos estava de pé e a caminho para recuperar todas as Joias do Infinito. A gigantesca nave de Thanos encara a minúscula nave dos Asgardianos, e o resultado disso a gente viu logo nos primeiros CINCO minutos de Vingadores: Guerra Infinita!

Na trama, vemos o Deus do Trovão enfrentando desafios nunca imaginados antes, com a chegada de sua meia-irmã Hela, a morte de seu pai Odin e a destruição do Mjolnir. Perdido e aprisionado em Sakaar, Thor se alia ao Hulk, Valquíria e até mesmo o Loki, na luta mais importante pela sobrevivência do povo de Asgard.

O filme foi escrito por Eric Pearson, Craig Kyle e Christopher L. Yost. Taika Waititi assumiu a direção, e despertou o gênio da comédia em Chris Hemsworth (Thor). Além dele tivemos no elenco o retorno de Tom Hiddleston (Loki), Idris Elba (Heimdall), Anthony Hopkins (Odin), com as bem-vindas entradas de Mark Ruffalo (Hulk), Tessa Thompson (Valquíria), Jeff Goldblum (Grão-Mestre), Karl Urban (Skurge), a divina Cate Blanchett (Hela) e uma perfeita participação de Benedict Cumberbatch (Doutor Estranho). A nossa crítica do filme você confere CLICANDO AQUI!

Página 1 de 38 1 2 38