X-Men: Fênix Negra ultrapassa 1,5 milhões de ingressos vendidos no Brasil!

Curte lá!
Dá um follow aê!
Segue lá!
Se inscreve aê!

 

Bem, considerando que Toy Story 4 estreou dominando todo o circuito nacional e batendo o recorde de melhor abertura para uma animação no Brasil, e que Aladdin surpreendentemente ainda está firme e forte em nossas bilheterias, até que o último fim de semana não foi tão pavoroso para X-Men: Fênix Negra como poderia ser. Isso não muda o fato de que, no geral, seus números no Brasil ainda são terríveis.

 

Em seu terceiro fim de semana em cartaz, o encerramento da saga mutante ficou em quarto lugar nas bilheterias, faturou mais R$ 2,7 milhões e levou outras 158 mil pessoas aos cinemas. No total, Fênix Negra possui R$ 25,6 milhões de faturamento e 1,55 milhão de ingressos vendidos no Brasil. Trata-se da 13ª maior bilheteria de 2019 no país até o momento, tanto em público como em renda.

 

O longa sofreu uma queda de 42,5% no público em comparação com a semana passada, o que na verdade… não é tão ruim assim, ao menos para um filme dos X-Men. Como comparação, Logan caiu 42,8%, embora estivesse competindo com a gigantesca abertura de A Bela e a Fera em sua terceira semana. Já Deadpool caiu 47%, enquanto Wolverine: Imortal despencou 48% em agosto de 2013. Finalmente, Apocalipse caiu absurdos 57,4%, embora sua terceira semana fosse posterior à de um feriado, o que ocasionou a queda mais brusca.

 

Jennifer Lawrence in Dark Phoenix (2019)

 

Mesmo alguns filmes do MCU caíram mais duramente do que Fênix Negra na terceira semana, desde o fiasco O Incrível Hulk (45%) até blockbusters como Homem de Ferro 3 (45,5%), Capitã Marvel (47,2%) e Guardiões da Galáxia Vol. 2 (48,4%) – embora todos eles, com exceção do malfadado longa estrelado por Edward Norton, ainda estivessem levando muito mais gente aos cinemas do que Fênix Negra. Em comparação com outros longas que também tiveram um desempenho próximo no Brasil, a aventura mutante caiu menos e levou mais pessoas aos cinemas do que Quarteto Fantástico em sua terceira semana (queda de 50,2%, 150 mil ingressos vendidos). Fênix Negra também obteve queda inferior às de longas como Homem-Aranha no Aranhaverso (43,5%) e Motoqueiro Fantasma 2: Espírito de Vingança (46,3%), embora tenha vendido menos ingressos do que ambos em seus respectivos terceiros fins de semana (respectivamente, 162 mil e 200 mil).

 

E como Fênix Negra, mesmo recebido de forma terrível por crítica e público e com fracos desempenhos na estreia e na semana passada, conseguiu se segurar de forma relativamente decente esta semana? Ora, a resposta é simples: o feriado prolongado de Corpus Christi. Com muitas empresas, escolas e universidades emendando a quinta e a sexta-feira, o público teve mais disponibilidade para ir aos cinemas e, embora Toy Story 4 e Aladdin tenham sido obviamente os que mais se beneficiaram, tanto MIB: Homens de Preto – Internacional como Fênix Negra aproveitaram o período de folga para alcançar públicos decentes. 

 

Perceba como esses quatro longas foram os únicos a venderem mais de 100 mil ingressos durante o feriado. Comprovando o quanto filmes de heróis são dominantes nas bilheterias brasileiras, Fênix Negra foi capaz de se firmar como opção para quem buscava um blockbuster de ação e aventura nos cinemas durante o feriado. Mesmo detonado, o longa conseguiu vender mais ingressos do que Rocketman, embora a cinebiografia de Elton John estivesse em cartaz em mais salas do que Fênix Negra.

 

Jennifer Lawrence and Sophie Turner in Dark Phoenix (2019)

 

Com isso, o longa acabou por ganhar algum respiro nas bilheterias, após uma semana de queda horrenda no público. Mas não se engane: em geral, os números de Fênix Negra ainda são terríveis. O longa, em três semanas em cartaz, levou menos gente aos cinemas do que Deadpool e Logan levaram em apenas uma. Até mesmo Quarteto Fantástico e o segundo Motoqueiro Fantasma tinham vendido mais ingressos ao final de suas terceiras semanas (1,56 milhão e 1,87 milhão respectivamente) do que Fênix Negra

 

Nas próximas semanas, o longa deve cair ainda mais, especialmente a partir do início de julho, quando o aguardado Homem-Aranha: Longe de Casa chega aos cinemas nacionais. Certamente, será o primeiro filme live-action que adapta um quadrinho da Marvel ou da DC desde o próprio Quarteto Fantástico a não levar ao menos 2 milhões de pessoas aos cinemas brasileiros. Supondo um desempenho similar ao do fiasco de 2015 estrelado por Michael B. Jordan, Fênix Negra sai de cartaz com um público de patéticos 1,77 milhão. 

 

Sim, é um final terrível para a franquia dos X-Men no país. Mas também é um sinal de que, mesmo sendo amante de super-heróis, o público brasileiro não irá dar grandes públicos a um filme tão mal recebido e detestado como este. Não é por fazer parte de uma franquia e gênero até então extremamente bem sucedidos no Brasil que Fênix Negra automaticamente se salvaria em nosso país, pelo contrário – quando as críticas deixaram claro a baixíssima qualidade do longa, eles preferiram ficar em casa, ou assistir a Aladdin ou algum outro longa em cartaz.

 

 

Será que a próxima versão dos X-Men no MCU vai fazer mais sucesso do que este fiasco?

 

Bilheteria Brasil de 20/06/19 a 23/06/19:

 

Filme Semanas em cartaz Renda na semana (em R$) Público na semana Renda acumulada (em R$) Público acumulado
1- Toy Story 4 1 34.911.625 1.940.532 34.911.625 1.940.532
2- Aladdin 5 5.838.474 330.869 73.699.494 4.369.716
3- MIB: Homens de Preto – Internacional 2 4.153.969 236.804 13.280.986 768.465
4- X-Men: Fênix Negra 3 2.722.326 158.370 25.658.723 1.550.798
5- Patrulha Canina: Super Filhotes 3 1.229.217 76.148 6.554.530 433.951
6- Rocketman 4 1.516.325 63.330 13.030.664 634.916
7- Casal Improvável 1 1.280.581 63.067 1.464.902 73.273
8- Dor e Glória 2 730.632 34.275 1.689.086 82.241
9- Vingadores: Ultimato 9 396.378 22.132 337.122.181 19.554.809
10- John Wick 3: Parabellum 6 228.429 12.047 15.454.555 973.966

 

Leia TUDO SOBRE X-Men: Fênix Negra!

Agora que o artigo acabou, veja um vídeo do nosso canal!

Comentários

legadodamarveldisqus