PUBLICIDADE

20 anos de Homem-Aranha: Entenda como o filme mudou a indústria do cinema

No aniversário de duas décadas do primeiro Homem-Aranha de Sam Raimi, saiba como o longa revolucionou para sempre os filmes de heróis.

PUBLICIDADE

Há exatos 20 anos, os cinemas americanos recebiam um dos filmes mais aguardados até então: Homem-Aranha. Após um processo complicado de produção, que viu diversos diretores entrarem e saírem do projeto, o longa finalmente encontrou seu comandante ideal em Sam Raimi, que naquela altura era mais conhecido pela trilogia cômica de horror Evil Dead: A Morte do Demônio.

 

PUBLICIDADE

    LEIA TAMBÉM!

 

 

O primeiro filme de Peter Parker foi tão aguardado que já chegou quebrando recordes: na sexta-feira, dia 3 de maio de 2002, seu primeiro dia, o longa arrecadou US$ 39,4 milhões, a maior bilheteria diária já registrada até então. E ele quebrou seu próprio recorde já no dia seguinte: US$ 43,6 milhões no sábado. Some isso com mais US$ 31,8 milhões no domingo e a Sony teve um primeiro fim de semana de incríveis US$ 114,8 milhões.

PUBLICIDADE

Na época, o recorde de abertura pertencia a Harry Potter e a Pedra Filosofal, que arrecadou US$ 90 milhões em novembro de 2001. Ou seja, Homem-Aranha foi o primeiro filme a arrecadar mais de US$ 100 milhões em apenas um fim de semana na bilheteria americana. E ele não diminuiu o ritmo: na semana seguinte, foram US$ 71 milhões, o maior segundo fim de semana na época. 

No terceiro, finalmente Homem-Aranha encontrou um adversário forte: Star Wars Episódio II: Ataque dos Clones. Ainda assim, o boca a boca em torno do filme de Raimi estava tão forte que, mesmo caindo para a segunda posição, o longa da Sony faturou mais US$ 45 milhões, o maior terceiro fim de semana na época. 20 anos e uma série de blockbusters depois, Homem-Aranha ocupa um honroso 13º lugar nesse ranking.

PUBLICIDADE

Homem-Aranha foi a maior bilheteria de 2002 na América do Norte

Enquanto isso no Brasil, a Sony/Columbia tinha agendado a estreia do filme para 17 de maio, duas semanas depois dos EUA. Quando o longa finalmente chegou em nosso país, quebrou mais recordes: com um público de 1,3 milhão de pagantes, Homem-Aranha tornou-se o primeiro filme a vender mais de 1 milhão de ingressos em apenas um fim de semana.

PUBLICIDADE

Foi um feito tão inacreditável para a época que o longa o repetiu logo na semana seguinte, na qual vendeu mais 1,02 milhão de ingressos. Na terceira, por pouco ele não chegou lá mais uma vez: 898 mil pagantes, para um público total de 5 milhões de pessoas.

Tanto nos EUA quanto no Brasil, Homem-Aranha teve grandes aberturas e uma carreira bastante longa nas bilheterias. Por aqui, o longa se manteve no top 10 até agosto de 2002, em sua 14ª semana em cartaz.

PUBLICIDADE
rtc-config='{ "urls": ["https://udr.uol.com.br?tag=publicidade&fmt=amprtc","https://page-context.uol.com.br/api/get-amp-page-context?url={{escapeURL}}"], "vendors": {"prebidappnexuspsp": {"PLACEMENT_ID": "24660215"}}, "timeoutMillis": 1000}' class="i-amphtml-layout-fixed i-amphtml-layout-size-defined" style="width:320px;height:50px" i-amphtml-layout="fixed">

No total, o filme de Raimi arrecadou US$ 403,7 milhões na América do Norte e US$ 418 milhões fora de lá, gerando um total global de US$ 821,7 milhões. No Brasil, foram 8,49 milhões de ingressos e R$ 46 milhões em bilheteria – a maior desde Titanic

O sucesso de Homem-Aranha fez Hollywood perceber que os heróis da Marvel eram (e são) uma mina de ouro.

Sem dúvida, um sucesso inacreditável, e um dos principais blockbusters do início dos anos 2000, juntamente com as sagas Harry Potter e O Senhor dos Anéis. Em conjunto, essas três franquias mostraram a Hollywood que apostar em adaptações de propriedades intelectuais já conhecidas resultaria em gordas bilheterias – mais do que eles já estavam acostumados.

Isso levou a indústria a lançar uma quantidade cada vez maior de blockbusters fantásticos baseados nas franquias que cada estúdio tinha o direito de adaptar. Homem-Aranha, em particular, mostrou que os heróis da Marvel podiam ser uma autêntica mina de ouro, se adaptados do jeito certo. Aos poucos, as bilheterias foram sendo dominadas por todo tipo de super-herói, que hoje são tão onipresentes na cultura pop.

Entre o final dos anos 1990 e início dos 2000, a Marvel começou a galgar o caminho que a levaria ao topo de Hollywood. Blade, de 1998, e X-Men: O Filme dois anos depois, mostraram que adaptações dos quadrinhos da Casa das Ideias deveriam ser levadas a sério, mas foi Homem-Aranha que catapultou suas bilheterias para a estratosfera.

É graças ao sucesso de Homem-Aranha que hoje em dia temos tantos Vingadores no cinema

Pode-se dizer que foi por causa do longa de Sam Raimi que hoje vemos tantos filmes da Marvel dominando as salas de cinema.

E você, vai rever Homem-Aranha para celebrar o seu aniversário de 20 anos?

Continue ligado no seu Legado da Marvel para saber tudo sobre seus heróis favoritos!

Escute o Podcast do Legado:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Sair da versão mobile