5 personagens da Marvel que poderiam ter sua própria série na Netflix

Curte lá!
Dá um follow aê!
Segue lá!
Se inscreve aê!

Sim, a ideia dessa lista não é nada original, você já deve ter vários sites abordando ela. Mas essa aqui tem um diferencial: a gente não vai te iludir. Não, a Tropa Nova tem a mínima chance de ganhar uma série só dela, nem o Motoqueiro Fantasma e muito menos o Namor. Esses personagens demandariam muitos efeitos especiais, o que acarretaria um gigantesco custo de produção. E como as últimas grandes produções da Netflix (Marco Polo, The Get Down e The Crown) acabaram se provando grandes fracassos de audiência, é bem provável que eles não arrisquem investir rios de dinheiro em outros progranas.  Em vez disso, vamos focar em personagens mais pé no chão e que poderiam ser adaptados com um orçamento mais modesto. E antes que alguém pergunte, não, uma série da Mulher-Hulk com uma atriz pintada de ver de não é uma boa ideia.

Vamos lá?

 

1 – Shang Chi, O Mestre do Kung Fu

Pouco conhecido entre os leitores mais jovens da Casa das Ideias, Shang Chi surgiu em 1973 com intenção de pegar onda no sucesso dos filmes e séries de artes marciais que faziam bastante sucesso naquela época. Nos quadrinhos, o jovem Shang Chi foi criado por seu pai, o mestre do crime Fu Manchu, para ser um grande assassino, mas não demora para o rapaz tomar ciência dos planos malignos de seu pai e se rebelar contra ele.

Como Punho de Ferro já abordou temas como misticismo e as artes marciais, não vai ser problema introduzir o Mestre do Kung Fu no universo das séries da Netflix. Só esperamos que as sequências de luta de Shang Chi sejam melhores que as de Danny Rand

 

2 – Blade

Você pode não lembrar, mas o Blade já teve uma série de TV. Ela foi lançada em 2006 no canal Spike e, como não fez muito sucesso, foi cancelada com apenas 13 episódios. Desde então o caçador de vampiros favorito da galera não deu as caras no cinema ou na televisão. Bom, tá na mais do que na hora de tirar o personagem da geladeira pra fazer algo digno com ele, explorando sua sede de vingança contra os vampiros, sua luta para não se tornar igual a eles e as diferentes linhagens dos chupadores de sangue.

Mas não se apegue ao passado, se rolar, é provável que não seja protagonizada pelo Wesley Snipes.

 

3 – Cavaleiro da Lua

Provavelmente o personagem mais pedido pelos fãs desde que a parceria entre Marvel e Netflix foi anunciada, Marc Spector e seu alter ego, o Cavaleiro da Lua, tem tudo que as séries de heróis da gigante do streaming gostam de abordar: é um herói urbano, que investiga crimes e faz uso de métodos violentos e bastante questionáveis. Ah, o cara também tem várias personalidades, além de possuir uma ligação um deus egípcio, o que pode dar um tempero especial para a produção.

 

4 – Mosaic

Como estreou ano passado nas HQs da Marvel, Mosaic é o personagem mais novo dessa lista. Na trama, Morris Sackett é um jovem  jogador de basquete famoso e muito arrogante que descobre ter poderes inumanos. Só que no processo o rapaz acaba se tornando um ser imaterial (um tipo de fantasma), que precisa ocupar o corpo de outras pessoas para não morrer, mas ele tem que fazer isso constantemente, caso contrário suas memórias acabarão sumindo.

Tanta complexidade pede um desenvolvimento mais lento, feito episódio por episódio, algo que vem sendo bastante explorado pelas séries de TV mais recentes. Infelizmente, as revistinhas do anti-herói tiveram vendas baixíssimas, o que pode dificultar bastante sua ida para a Netflix, ou para qualquer outro serviço de streaming ou canal de TV.

 

5 – Kate Bishop, a Gaviã Arqueira

Diferente do que te falaram, as chances do Gavião Arqueiro estrelar uma produção da Netflix são bem pequenas. O principal motivo é que Jeremy Renner é um ator caro que dificilmente se comprometeria a fazer várias temporadas. Também não há a possibilidade de outro ator ser escalado para viver o personagem numa série, já que esse é tipo de coisa que a Marvel vem evitando fazer em suas produções.

No entanto, nada impede que Kate Bishop, a parceira de Clint Barton nos quadrinhos, ganhe espaço nas telinhas. A personagem é carismática, já fez parte dos Jovens Vingadores, conquistou o coração dos leitores e vem ganhando cada vez mais espaço nas HQs, recentemente ela até protagonizou uma revista própria. Como trama, a série poderia adaptar a premiada fase de Matt Fraction, que mostra as aventuras do Gavião Arqueiro longe dos Vingadores enquanto protege um bairro de Nova York, só que com a Kate no lugar no Clint.

 

Gostaram da lista? Então comentam que outros personagens poderiam estrelar uma séria na Netflix, que sabe a gente não faz uma parte 2.

Comenta aí, Marvete!

legadodamarveldisqus