Bilheteria BR | Homem-Aranha é o maior filme live-action das férias desde 2010

Curte lá!
Dá um follow aê!
Segue lá!
Se inscreve aê!

Conforme esperado, nenhuma das estreias da semana, seja Dunkirk ou Em Ritmo de Fuga, conseguiram tirar do topo os três líderes das semanas anteriores nas bilheterias brasileiras: Transformers: O Último Cavaleiro, Meu Malvado Favorito 3 e Homem-Aranha: De Volta ao Lar. Não que a chance desse trio perder a liderança fosse lá muito considerável: sendo voltados para públicos mais maduros e, claro, “ligados” em cinema do que o normal, tanto Dunkirk como Baby Driver tinham um apelo mais limitado do que seus concorrentes.

 

     LEIA TAMBÉM!

 

Julho, como todos sabem, é mês de férias escolares e, com as crianças fora da escola, esta se torna uma temporada fértil para os filmes familiares nas bilheterias brasileiras. Tem sido assim já há décadas: nos anos 70 e 80, os Trapalhões lançavam a maioria de seus filmes nas férias de julho; a partir dos anos 90, esse mês passou a ser dominado pelas animações da Disney ou da Pixar, que, atualmente, dividem esse “horário nobre” dos filmes-família com a Illumination e a Blue Sky.

 

 

Por outro lado, a dominância das animações infantis no mês de julho as leva a ter os públicos mais volumosos da temporada de férias, deixando o restante a brigar por um longínquo segundo ou terceiro lugar entre os maiores filmes do mês – mesmo entre os blockbusters em live-action. Vejamos alguns exemplos recentes: julho de 2016, por exemplo, foi marcado por um violento e aguerrido embate nas bilheterias brasileiras entre o hit da Pixar Procurando Dory e A Era do Gelo: O Big Bang, deixando seus concorrentes em live-action (Independence Day: O Ressurgimento, A Lenda de Tarzan, Caça-Fantasmas, etc) com apenas uma fração de seus resultados. Em 2015, Minions não teve sequer concorrência, nem mesmo dentro dos filmes infantis (Carrossel: O Filme ficou contente em ser um sucesso de escala bem menor), e vendeu quase o quádruplo dos ingressos de Homem-Formiga, Pixels e O Exterminador do Futuro: Gênesis. Já nas férias de julho de 2013, Meu Malvado Favorito 2 e Universidade Monstros fizeram O Homem de Aço comer poeira (e despencar nas semanas seguintes após estrear na liderança), enquanto, em 2012, A Era do Gelo 4 deu uma canseira em O Espetacular Homem-Aranha.

 

Portanto, um filme live-action liderar as bilheterias brasileiras em julho é a exceção, e não a regra – e é preciso que ocorra algo bem diferente num dado ano para que isso ocorra. Em 2011, por exemplo, o filme das férias de julho não foi Carros 2, mas sim a segunda parte de Harry Potter e as Relíquias da Morte, o último capítulo da famosa saga mágica que, até hoje, ainda é a maior bilheteria do bruxo de J.K. Rowling no Brasil. Já em julho de 2014 , como você deve se lembrar, foi na época da Copa do Mundo, quando todas as atenções estavam voltadas não para o cinema, mas sim para os eventos no gramado. Portanto, os estúdios hollywoodianos não lançaram nada de muito grande entre o final de junho e o início de julho (o que beneficiou vários veteranos de semanas anteriores, como Malévola e Como Treinar seu Dragão 2), de modo que o maior lançamento relevante daquele mês foi Transformers: A Era da Extinção.

 

 

Toda essa (longa) explicação foi para demonstrar que julho de 2017, embora não seja exatamente uma exceção à regra, também será distinto de em outros anos simplesmente por causa de Homem-Aranha: De Volta ao Lar. Não, o novo reboot do Cabeça de Teia não vai ultrapassar o gigantesco resultado de Meu Malvado Favorito 3 (que já na semana que vem deve usurpar de A Bela e a Fera e Velozes & Furiosos 8 o posto de maior bilheteria de 2017 no Brasil), porém não ficará tão distante assim. Com isso, ele se posicionará como a maior bilheteria para um live-action das férias de julho no Brasil desde… bem… A Saga Crepúsculo: Eclipse, que, estreou lá no longínquo 2010.

 

     LEIA TAMBÉM!

 

O fato de Homecoming ter conquistado a vice-liderança em julho, e por uma diferença não tão gritante em relação a seu concorrente animado (como ocorreu entre Era do Gelo 4 e Espetacular Homem-Aranha, ou Minions e Homem-Formiga) mostra que ele de fato se posicionou como uma das principais opções para pessoas de todas as idades nas férias deste ano. Ainda que as quedas entre o faturamento de uma semana para a outra não tenham sido exatamente fenomenais (e ele caiu 37% entre o fim de semana passado e este, um resultado mediano para o MCU), isto foi compensado com ótimas bilheterias nos dias úteis, que ajudaram a turbinar os resultados totais do filme – algo que, aliás, é o que acontece com os maiores hits lançados durante as férias. Afinal, com as pessoas de folga, elas podem ir ao cinema em outros dias, e não apenas nos fins de semana.

 

 

Enfim, o novo Homem-Aranha, em retrospecto, parecia o filme ideal para “quebrar a maldição” imposta aos filmes live-action de julho no Brasil. Menos sombrio que O Homem de Aço, e trazendo um herói infinitamente mais conhecido entre os cinéfilos brasileiros do que o Homem-Formiga, além de suas excelentes críticas (uma vantagem que o primeiro Espetacular não teve), Homecoming efetivamente beneficiou-se das férias de julho para ser a melhor opção em cartaz para quem procurava um blockbuster de ação e aventura. E, se há algumas semanas eu imaginava que De Volta ao Lar não ultrapassaria o público e o faturamento de Mulher-Maravilha no Brasil, agora já não estou mais tão certo. Por um lado, apenas cerca de 1 milhão de ingressos separam os dois filmes, uma distância que Homecoming vinha cobrindo semanalmente. Por outro, esta semana ele já perde a vantagem das férias, uma vez que as pessoas já começaram a voltar às aulas e ao trabalho, enquanto o novo Planeta dos Macacos chega na semana que vem para lhe roubar mais telas.

 

Enfim, os próximos dias irão dizer se será a Marvel ou a DC a terem a maior bilheteria para um filme de super-heróis de 2017 até o momento no Brasil – e essa disputa promete ser emocionante.

 

Bilheteria Brasil de 27/07/17 a 30/07/17:

 

FilmeSemanas em cartazRenda na semana (em R$)Público na semanaRenda acumulada (em R$)Público acumulado
1- Transformers: O Último Cavaleiro213.203.307758.68330.159.3501.905.123
2- Meu Malvado Favorito 356.394.191423.504115.789.0838.115.333
3- Homem-Aranha: De Volta ao Lar46.127.454365.17494.044.7656.048.689
4- Dunkirk15.170.476266.8695.170.476266.869
5- Carros 333.519.456241.45430.735.8952.202.184
6- Em Ritmo de Fuga13.379.346202.2543.921.477230.530
7- D.P.A. Detetives do Prédio Azul: O Filme22.442.541168.36812.376.052919.964
8- 7 Desejos11.458.42896.8541.929.112130.406
9- Monsieur & Madame Adelman2242.32213.797509.60430.445
10- Como se Tornar um Conquistador1219.52512.946271.54815.853

Comenta aí, Marvete!

legadodamarveldisqus