Stan Lee confessa odiar o seriado do Homem-Aranha com pessoas dos anos 70. Entenda!

Curte lá!
Dá um follow aê!
Segue lá!
Se inscreve aê!

Nem tudo é perfeito, né Marvetes? Quando um herói tem várias adaptações, mas eu digo várias adaptações MESMO, é difícil agradar a todos. Ou pelo menos aos seus criadores em TODAS elas. Muitos de vocês nem devem conhecer uma série antiga que o Teioso teve nos anos 70, inclusive com pessoas. Isso mesmo, quando The Amazing Spider-Man passou para a CBS à 40 anos, tornou-se o show mais assistido da rede durante todo o ano. No entanto, os problemas com o orçamento e demografia do show resultaram na série apenas com treze episódios, que foram exibidos esporadicamente entre 1977 e 1979.

 

 

Ainda assim, muitos fãs ficaram deslumbrados com os efeitos especiais do show e ao ver o cabeça de teia nas telinhas. No entanto, aquele show já estava fadado ao fracasso por um motivo bem simples: não teve o selo de aprovação Stan Lee. Exato, Marvetes, o co-criador do Homem-Aranha disse que odiava aquela série porque não conseguiu adaptar adequadamente os aspectos dos personagens que tornaram o quadrinho tão popular. Veja o que o mito dos quadrinhos disse:

 

“Eles deixaram de fora o humor. Eles deixaram de lado o interesse e a personalidade humanas, e criaram caracterizações e problemas pessoais “.

 

Aqui vai uma palinha do que Stan disse em entrevista:

 

E para aqueles Marvetes que quiserem conferir essa série pré-histórica do cabeça de teia, aqui está um episódio que encontramos no Youtube (provavelmente esse canal disponibilizou outros, se alguém tiver interesse em acompanhar):

 

Parece que nem sempre Stan Lee dará seu aval de aprovação para atores que interpretam o Homem-Aranha, não é mesmo, Andrew Garfield?

 

Comenta aí, Marvete!

legadodamarveldisqus