Venom segue frenético, e chega aos US$ 540 milhões mundialmente!

Curte lá!
Dá um follow aê!
Segue lá!
Se inscreve aê!

 

Em um fim de semana marcado pelas estreias da biografia da lenda do rock Freddie Mercury Bohemian Rhapsody e da fantasia da Disney O Quebra Nozes e os Quatro Reinos, Venom continuou surpreendentemente forte. Mais de um mês após sua estreia e o simbionte não dá sinal de que vai enfraquecer nas bilheterias, mesmo enfrentando tanta concorrência.

 

Na bilheteria americana, a aventura estrelada por Tom Hardy ficou em sexto lugar e faturou US$ 7,9 milhões, para um total de ótimos US$ 198,7 milhões nos EUA após cinco semanas em cartaz. Isso significa que o longa deverá estar cruzando a marca dos US$ 200 milhões enquanto você lê estas palavras. Ou seja, só na bilheteria americana Venom terá faturado o dobro do que custou para ser feito.

 

Riz Ahmed in Venom (2018)

 

Conforme notado pelo especialista no mercado cinematográfico Scott Mendelson, da Forbes, na semana passada, Venom acabará sendo mais lucrativo do que qualquer filme do Homem-Aranha. Isso porque o longa do simbionte foi bem mais barato para ser feito do que qualquer outro filme do herói aracnídeo: enquanto Venom custou apenas US$ 100 milhões (mais barato do que Deadpool 2), o primeiro Homem-Aranha de Sam Raimi teve um orçamento de US$ 140 milhões e todos os outros longas subsequentes do Cabeça de Teia custaram acima de US$ 200 milhões, com exceção de De Volta ao Lar, que precisou de US$ 175 milhões para ser feito. Dessa forma, assim que Venom ultrapassar a marca dos US$ 600 milhões, terá faturado seis vezes mais do que seu orçamento, superando o reboot estrelado por Tom Holland do ano passado, que rendeu cinco vezes mais do que custou.

 

Claro, o custo de produção não é a única despesa de um filme hoje em dia, ainda mais para um blockbuster como Venom. Afinal, o estúdio ainda tem gastos com marketing, distribuição e participações. Mas, mesmo considerando todos esses gastos adicionais, Venom ainda será insanamente lucrativo para a Sony, considerando sua ótima bilheteria mundial. Aliás, levando em conta que alguns dos principais filmes de heróis do ano, como Pantera Negra (faturamento de US$ 1.34 bilhão a um custo de US$ 200 milhões) e Deadpool 2 (que rendeu US$ 734 milhões a um custo de US$ 110 milhões), conquistaram bilheterias muito acima de seus orçamentos, então 2018 deverá ser o ano em que os super-heróis foram mais lucrativos do que nunca para seus estúdios.

 

 

Claro, se a maioria dos filmes de heróis do ano foram aguardados com grandes expectativas de que fossem bem sucedidos, Venom entretanto sofreu desde o início com problemas na produção e a negatividade do público. Ninguém esperava que o longa do simbionte fosse um sucesso, muito menos um desta escala. Nem mesmo após o filme quebrar o recorde de melhor abertura para o mês de outubro os analistas deram seu voto de confiança ao filme, esperando que ele caísse feito pedra nas semanas seguintes. Entretanto, aproveitando-se da falta de concorrentes relevantes e da própria popularidade do personagem, o longa conseguiu segurar-se de maneira assustadoramente bem nas semanas seguintes, conquistando números decentes mesmo enfrentando novos concorrentes semana após semana.

 

Em suma, quem diria que um filme acerca de um vilão do Homem-Aranha, mas sem o Homem-Aranha, teria a capacidade de faturar mais de US$ 200 milhões nos EUA e US$ 600 milhões globalmente? Pelo visto, a demanda para um filme do Venom era bem grande, afinal.

 

 

Na bilheteria internacional, Venom faturou mais US$ 15,6 milhões em 65 países. No total, o simbionte agora tem US$ 344 milhões fora dos EUA, com uma bilheteria global de US$ 543 milhões. No Japão, o longa abriu em primeiro lugar, faturando bons US$ 5,3 milhões no país. Trata-se de uma estreia 17% melhor que a de Deadpool 2, 36% acima da de Homem-Formiga e a Vespa e incríveis 63% superior à de Mulher-Maravilha. É, aparentemente os japoneses tem bem mais interesse no vilão do Aranha do que na Amazona de Themyscira. 😀

 

Até o momento, os 5 principais mercados internacionais do filme são a Rússia (US$ 31,6 milhões), Coréia do Sul (US$ 30,1 milhões), Reino Unido (US$ 25,5 milhões), México (US$ 23,8 milhões) e a França, empatada com o Brasil (US$ 18,3 milhões em cada país). No próximo fim de semana Venom chegará à China, onde seu faturamento promete ser excelente – segundo o Deadline, as vendas avançadas de ingressos pela internet e o boca a boca por lá estão ótimos. Caso desempenhe como um filme de heróis comum na China, Venom deverá sair de lá tendo faturado entre US$ 95 milhões e US$ 120 milhões – o bastante para levar o longa para muito além da marca dos US$ 600 milhões.

 

Riz Ahmed, Jenny Slate, and Sope Aluko in Venom (2018)

 

E você, já foi conferir Venom? O que achou do longa? Comente conosco!

 

Bilheteria EUA de 02/11/18 a 04/11/18:

 

Filme Semanas em cartaz Renda no fim de semana (em US$) Renda acumulada (em US$)
1- Bohemian Rhapsody 1 51.061.119 51.061.119
2- O Quebra Nozes e os Quatro Reinos 1 20.352.491 20.352.491
3- Nobody’s Fool 1 13.743.111 13.743.111
4- Nasce Uma Estrela 5 11.003.083 165.537.649
5- Halloween 3 10.830.865 150.224.570
6- Venom 5 7.877.174 198.690.522
7- PéPequeno 6 3.861.672 77.540.973
8- Goosebumps 2: Halloween Assombrado 4 3.773.720 43.906.036
9- Fúria em Alto Mar 2 3.528.129 12.968.245
10- O Ódio que Você Semeia 5 3.353.422 23.414.346

 

Comentários

legadodamarveldisqus