PUBLICIDADE

Vingadores: Ultimato já levou mais de 19 milhões de pessoas aos cinemas brasileiros!

PUBLICIDADE

 

PUBLICIDADE

Se na bilheteria americana Vingadores: Ultimato está começando a despencar devido a toda a potência de seus concorrentes combinados (e ao fato de que ele esgotou sua demanda com imensa rapidez), aqui no Brasil o longa ainda se mantém firme e forte, mesmo já estando em cartaz há seis semanas.

 

PUBLICIDADE

O longa conseguiu ser o terceiro mais assistido nos cinemas brasileiros no último fim de semana, ficando atrás apenas de Aladdin (que caiu apenas 11% em comparação com a semana passada) e Godzilla II: Rei dos Monstros (que teve uma estreia quase 60% abaixo da de seu predecessor de 2014), mas superando a abertura de Rocketman. Assim, Ultimato levou outras 215 mil pessoas aos cinemas e faturou mais R$ 3,7 milhões em seu sexto fim de semana, e agora tem um total de 19,2 milhões de ingressos vendidos e mais de R$ 330 milhões faturados no Brasil.

 

PUBLICIDADE

É uma prova da força do filme no Brasil que ele ainda consiga se manter em terceiro lugar mesmo enfrentando concorrentes tão diversificados, ao passo em que no resto do mundo tamanha competição esteja fazendo Ultimato perder o fôlego. Claramente, apesar de haver opções para todos os gostos em cartaz, de filmes para a família a dramas religiosos, passando por ação, terror e musical, o público brasileiro ainda tem comparecido em peso para a última aventura dos Vingadores.

 

PUBLICIDADE

 

PUBLICIDADE
rtc-config='{ "urls": ["https://udr.uol.com.br?tag=publicidade&fmt=amprtc","https://page-context.uol.com.br/api/get-amp-page-context?url={{escapeURL}}"], "vendors": {"prebidappnexuspsp": {"PLACEMENT_ID": "24660215"}}, "timeoutMillis": 1000}' class="i-amphtml-layout-fixed i-amphtml-layout-size-defined" style="width:320px;height:50px" i-amphtml-layout="fixed">

Para se ter uma ideia, apesar de sua imensa abertura, Ultimato ainda conseguiu vender mais ingressos em seu sexto fim de semana do que blockbusters de heróis recentes como Capitã Marvel (123 mil ingressos), Aquaman (191 mil), Liga da Justiça (99 mil), Mulher-Maravilha (172 mil), Capitão América: Guerra Civil (125 mil), Batman vs Superman (153 mil) e Homem de Ferro 3 (140 mil). Claro, essa comparação não é exatamente justa, pois muitos dos longas mencionados estavam enfrentando duros concorrentes em suas sextas semanas (Mulher-Maravilha disputava público com a abertura de Homem-Aranha: De Volta ao Lar enquanto BvS brigava com a estreia recordista de Guerra Civil), mas mostra toda a força de Ultimato perante outros longas do gênero.

 

Por outro lado, curiosamente Ultimato teve uma queda maior da quinta para a sexta semana (46,6%) e levou menos pessoas aos cinemas do que os sextos fins de semana de todos os longas anteriores dos Vingadores. O primeiro vendeu 325 mil ingressos em junho de 2012, sofrendo uma queda de 32,4% em comparação com a quinta semana, já o segundo levou 218 mil pessoas aos cinemas no final de maio de 2015, com queda de 43,4%. Finalmente, Guerra Infinita vendeu 308 mil ingressos, o que foi um público 33% superior ao de sua quinta semana. Entretanto, já era de se esperar que isso fosse acontecer.

 

 

Afinal, por mais que a concorrência não esteja sendo muito prejudicial a Ultimato na bilheteria brasileira, ela de toda forma é mais forte e diversificada do que as enfrentadas pelos dois primeiros longas da equipe: Os Vingadores teve de disputar público apenas com Branca de Neve e o Caçador e com MIB: Homens de Preto 3, enquanto Era de Ultron naquele ponto tinha como principais adversários Terremoto: A Falha de San Andreas e Mad Max: Estrada da Fúria. Já a sexta semana de Guerra Infinita foi a que sucedeu a greve dos caminhoneiros do ano passado, que efetivamente impediu que muitos fossem aos cinemas no auge da crise, de modo que quem queria ver o longa teve de esperar até a semana seguinte.

 

Além disso, por maiores que fossem as aberturas dos outros longas (Era de Ultron e Guerra Infinita quebraram o recorde de maior fim de semana de estreia em suas respectivas aberturas), a de Ultimato foi tão gigantesca que era de se esperar que o longa esgotasse sua demanda mais rápido do que os filmes anteriores. Supondo um público final entre 19,5 milhões e 20 milhões, logo entre 27,3% e 28,1% de todos os ingressos do longa terão sido vendidos no fim de semana de estreia, o que é uma porcentagem maior que as dos três Vingadores anteriores (15% para o primeiro, 24% para Era de Ultron e 25,6% para Guerra Infinita). Claro, Ultimato foi um filme tão ansiosamente aguardado que já era de se esperar que a maioria dos fãs quisessem conferi-lo o quanto antes.

 

Enfim, Ultimato pode até ter caído mais rapidamente que os outros longas dos Heróis Mais Poderosos da Terra. Mas isso não impediu que o longa quebrasse todo e qualquer recorde e se tornasse a maior bilheteria da história do Brasil, tanto em público como em renda – nunca nenhum filme vendeu mais ingressos para os cinemas do que Ultimato, nem mesmo Titanic. Com mais de 19 milhões de público, o filme atingiu números que serão inalcançáveis por um bom tempo no Brasil.

 

 

Curiosamente, apesar de ser a culminação de 21 filmes diferentes, que precisam ser assistidos para entender o que se passa, Ultimato levou mais pessoas aos cinemas do que qualquer um deles, incluindo Guerra Infinita – apesar de continuar diretamente de onde o terceiro Vingadores parou, Ultimato vendeu quase 5 milhões de ingressos a mais do que eles. Ou seja, não apenas os fãs que conferiram os capítulos anteriores do MCU nos cinemas retornaram em peso para o grande final, como também aqueles que assistiram via streaming ou home vídeo decidiram assistir o último capítulo dos Vingadores na telona. E não podemos desconsiderar também que, com o longa ocupando um pedaço imenso do circuito de salas brasileiro, muitos foram assistir a Ultimato simplesmente por falta de opções, não exatamente por uma imensa curiosidade em saber o que acontece no capítulo final da Saga do Infinito.

 

Ou seja, com o longa dominando as salas brasileiras durante todo o final de abril e ao longo do mês de maio, somado ao interesse e amor do brasileiro pelo MCU, era de se esperar que Ultimato alcançasse números tão astronômicos no Brasil.

 

E você, foi assistir a Ultimato quantas vezes para contribuir com a imensa bilheteria do longa no Brasil? Comente com a gente!

 

Bilheteria Brasil de 30/05/19 a 02/06/19:

 

Filme Semanas em cartaz Renda na semana (em R$) Público na semana Renda acumulada (em R$) Público acumulado
1- Aladdin 2 15.375.036 838.024 40.052.177 2.241.861
2- Godzilla II: Rei dos Monstros 1 4.578.865 253.881 4.578.865 253.881
3- Vingadores: Ultimato 6 3.760.160 215.736 333.206.048 19.208.530
4- Rocketman 1 4.434.311 207.564 4.434.311 207.564
5- John Wick 3: Parabellum 3 1.801.167 102.542 13.268.973 834.963
6- Kardec 3 1.280.504 73.480 10.363.676 644.996
7- Pokémon: Detetive Pikachu 4 782.732 48.885 17.236.102 1.094.518
8- Ma 1 343.579 19.614 343.579 19.614
9- Hellboy 2 258.318 15.748 2.461.596 161.427
10- Brightburn: Filho das Trevas 2 154.619 9.050 1.095.116 71.471

 

Leia TUDO SOBRE Vingadores: Ultimato!

Agora que o artigo acabou, veja um vídeo do nosso canal!

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Sair da versão mobile