PUBLICIDADE

Afinal… Gavião Arqueiro foi mesmo a grande DECEPÇÃO da Marvel em 2021?!

Gavião Arqueiro foi a última série da Marvel em 2021, e a produção que mais dividiu os fãs. Foi mesmo a grande decepção?!

PUBLICIDADE

Já estamos em 2022, mas ainda estamos digerindo uma das produções mais emblemáticas e divisivas da Marvel Studios no ano passado. Afinal, desde sua estreia em Novembro os fãs discutem se a série do Gavião Arqueiro foi uma ótima aposta, ou se foi uma grande decepção.

 

PUBLICIDADE

      LEIA TAMBÉM!

 

Com seus 6 episódios, Gavião Arqueiro apostou em focar em temas indispensáveis, principalmente na repercussão do sacrifício da Natasha em Vingadores: Ultimato. Ao mesmo tempo em que apresentou coisas muito importantes para o futuro do MCU, como a chegada da Kate Bishop e da Eco, mais destaque para Yelena, e claro, o Rei do Crime!

PUBLICIDADE

A série realizou o sonho de todos que queriam ver a série cancelada do Demolidor, então da Netflix, ser reconhecida de fato pelo MCU. Não é à toa, não só o Rei do Crime de Vincent D’Onofrio voltou, como foi o grande vilão por trás da trama.

Então qual o problema? Sabemos que é difícil comparar o nível de hype dessa simples série natalina com o filme que trouxe a reunião de 3 gerações do Homem-Aranha nas telas. Mas ainda assim, a série do Gavigod deixou a sensação de que agradou menos do que o esperado.

PUBLICIDADE

A série pode não ser a melhor… mas essa dupla é perfeita SIM!

E de que pode ter sido facilmente a série live-action menos querida pelos fãs no ano passado. Isso é justo? É por isso que trazemos nossa crítica ao finale da série também como uma análise de sua recepção pelo fandom.

PUBLICIDADE

Independente de qualquer coisa, o fato inegável é que o episódio final conseguiu ser bem eficiente em amarrar todas as tramas levantadas nos 5 episódios anteriores. O que parecia uma tarefa impossível, já que eles introduziram MUITOS temas, arcos e ganchos diferentes.

Portanto, esse é o grande mérito do finale da série e a temporada no geral: a simplicidade que ela adota para resolver tudo. Muitas vezes com piada, muitas vezes para focar mais no drama, mas o encerramento é honesto e mantém o clima geral proposto, mesmo que não seja esse o auge.

PUBLICIDADE
rtc-config='{ "urls": ["https://udr.uol.com.br?tag=publicidade&fmt=amprtc","https://page-context.uol.com.br/api/get-amp-page-context?url={{escapeURL}}"], "vendors": {"prebidappnexuspsp": {"PLACEMENT_ID": "24660215"}}, "timeoutMillis": 1000}' class="i-amphtml-layout-fixed i-amphtml-layout-size-defined" style="width:320px;height:50px" i-amphtml-layout="fixed">

A série pode parecer que prometia mais, e de fato, as coisas sempre podem ficar melhores. Por exemplo, faltou um encontro e uma briguinha entre Wilson Fisk e o Rei do Crime? Com certeza. Trazer o Espadachim para ser literalmente um cara que gosta de espadas e só está lá pra levantar suspeitas foi um desperdício? Talvez sim.

Mas precisamos relevar e aceitar que o final de Gavião Arqueiro pode não ser MELHOR, mas no papel ele é muito mais eficiente e coerente que os finales anticlimáticos de WandaVision e Falcão e o Soldado Invernal, por exemplo. Já que as duas primeiras séries chegaram ao ápice antes de seus desfechos.

Finale também deixou um grande gancho para a série da Eco

Nisso, eles acertaram. Mas é impossível não terminar o tão sonhado projeto solo estrelado por Jeremy Renner com a sensação de que poderia ter sido algo bem maior. Não maior no sentido de escala. A série não precisa de vilões extraterrestres, muitas explosões e etc… nessa abordagem do cotidiano simples e perigos urbanos, eles acertaram.

Mas que cabia uma refinada e um cuidado maior no formato da série em si, não podemos negar. A impressão que fica, analisando todas as séries da Marvel em 2021, é que o estúdio precisa fazer mudanças urgentes nesse padrão de 6 episódios de 40 minutos.

Com tanto pouco tempo, e dividindo tudo de forma tão rápida, parece que a Marvel ainda não entendeu 100% como fazer uma série. Como se ainda estivesse produzindo essas séries com a visão de quem faz filmes.

Mas a cena pós-créditos foi a coisa mais criticada do final…

E pode ser toda essa questão de estrutura que agrava todos os problemas de Gavião Arqueiro, mesmo que eles tenham construído uma química incrível entre Clint e Kate. A esperança é que eles aprendam com os erros e sejam mais cautelosos com as próximas produções.

Até lá, Gavião Arqueiro pode ficar marcada como a série mais sem graça do MCU, até que o tempo faça justiça e as pessoas reconheçam a graça em sua simplicidade. Entretanto, que a Marvel pelo menos continue encorajada a contar histórias pequenas e divertidas sem uma mega pretensão que diminui a honestidade dos projetos.

É o coração do que o MCU sempre fez e precisa continuar fazendo.

MAIS SOBRE A SÉRIE

A série do Gavião Arqueiro é situada na cidade de Nova York pós-blip, onde o Gavigod tem uma missão aparentemente simples: passar o Natal em casa com a família. Mas quando uma ameaça de seu passado se revela, o Vingador original se une relutantemente a Kate Bishop, uma arqueira habilidosa de 22 anos e sua maior fã, para desvendar uma conspiração criminosa ligada aos anos de Clint como o RONIN!

O elenco impressionante da série é formado por Jeremy Renner como o protagonista e Hailee Steinfeld como Kate Bisop. Além disso teremos o apoio de Vera Farmiga (Eleanor Bishop), Tony Dalton (Espadachim) e Vincent D’Onofrio (Rei do Crime). A atriz Florence Pugh, de Viúva Negra, também retorna como Yelena Belova!

A dupla Bert & Bertie e Rhys Thomas revezarão a direção dos episódios da série, que foram todos escritos por Jonathan Igla (Mad Men). Todos os SEIS episódios da série já estão disponíveis lá no Disney+!

Leia TUDO SOBRE Gavião Arqueiro!

PUBLICIDADE

Sair da versão mobile