Deadpool 2 é a terceira maior bilheteria do ano nos EUA e no mundo!

Curte lá!
Dá um follow aê!
Segue lá!
Se inscreve aê!

 

O fracasso que Han Solo: Uma História Star Wars tem sido foi como uma bênção para Deadpool 2 (bem como para Vingadores: Guerra Infinita, mas isso é assunto para outro post). A ópera espacial comandada por Ron Howard não apenas afundou nos EUA, país onde a marca Star Wars é poderosamente forte, como também foi completamente ignorado fora de lá, transformando o longa (que, segundo algumas fontes, foi mais caro do que O Despertar da Força e Os Últimos Jedi por conta das refilmagens) num desastre de bilheteria de proporções épicas. Assim, Deadpool 2 tem sido capaz de se segurar nas bilheterias de forma decente, possivelmente faturando mais do que estaria caso Han Solo tivesse sido um sucesso.

 

    LEIA TAMBÉM!

 

Nos EUA, Deadpool 2 rendeu outros US$ 23,1 milhões, para um total de sólidos US$ 254,5 milhões após três semanas em cartaz. Como comparação, o primeiro Deadpool tinha US$ 285,2 milhões em seu terceiro fim de semana. Em outras palavras, a segunda aventura do Mercenário Bocudo atualmente está com uma bilheteria total 11% menor que a que seu predecessor havia alcançado após o mesmo período de tempo em exibição nos cinemas.

 

No entanto, esta comparação não é inteiramente justa com Deadpool 2, que, afinal, não teve as mesmas vantagens que turbinaram a bilheteria de seu antecessor, como menos concorrentes no mercado. Sem outros blockbusters em cartaz por quase um mês, Deadpool foi capaz de liderar as bilheterias por três semanas – e convenhamos que, por pior que esteja sendo o desempenho de Han Solo, ao menos ele está oferecendo um desafio maior do que Deuses do Egito. Assim, para uma sequência que estreou num mercado um pouco mais lotado do que seu antecessor, Deadpool 2 está desempenhando de modo notável.

 

 

Com isso, o longa foi capaz de bater algumas marcas recentemente. Para começar, Deadpool 2 já é a segunda maior bilheteria doméstica (não ajustada pela inflação) para um filme dos X-Men, superando os US$ 234,3 milhões de O Confronto Final e atrás apenas do primeiro Deadpool (US$ 363 milhões), tornando Wade Wilson o herói mais poderoso da Fox. Trata-se também da terceira maior comédia com temática de super-heróis, perdendo apenas para Os Incríveis (US$ 261 milhões) e novamente Deadpool – o longa deve ultrapassar a clássica animação da Pixar nos próximos dias e conquistar a medalha de prata. Aliás, o filme já é também a segunda maior sequência de comédia da história, ultrapassando Se Beber Não Case Parte 2 e atrás apenas de Entrando Numa Fria Maior Ainda (US$ 279 milhões). Finalmente, Deadpool 2 é também o sétimo maior filme de censura R (que restringe a entrada de menores nos cinemas dos EUA) na bilheteria americana.

 

Nesse ritmo, e considerando que o longa tem pelo menos mais um fim de semana antes da chegada de Os Incríveis 2 aos cinemas americanos, Deadpool 2 deve encerrar sua carreira com uma bilheteria total em torno dos US$ 300 milhões. Caso isso aconteça, ele será um dos pouquíssimos filmes de censura R a faturar mais do que US$ 300 milhões nos EUA, juntando-se a um clube muito exclusivo que por enquanto inclui apenas It: A Coisa (US$ 327,4 milhões), Sniper Americano (US$ 350,1 milhões), Deadpool e A Paixão de Cristo (US$ 370,7 milhões).

 

 

Mundialmente, a situação de Deadpool 2 continua ótima. Com o péssimo desempenho de Han Solo fora dos EUA, o filme subiu para a liderança das bilheterias internacionais neste fim de semana, faturando US$ 41,6 milhões em 79 países contra US$ 30,3 milhões do novo Star WarsAssim, Deadpool 2 possui agora US$ 343 milhões na bilheteria internacional e um total global de US$ 598 milhões. Trata-se da quarta maior bilheteria global para os X-Men, atrás apenas de Logan (US$ 619 milhões), Dias de um Futuro Esquecido (US$ 747 milhões) e Deadpool (US$ 783 milhões). Até o próximo final de semana, o filme deverá ultrapassar Logan, que aliás teve a ajuda da China para turbinar seu total global, o que não irá acontecer com Deadpool 2 – o longa, afinal, não foi aprovado pela rígida censura do país.

 

O filme manteve a liderança das bilheterias pela terceira semana consecutiva em 14 mercados, incluindo o Brasil. No Japão, a comédia dirigida por David Leitch estreou em primeiro lugar, faturando US$ 5,5 milhões, uma abertura 26% superior à do primeiro Deadpool. Seus principais mercados são o Reino Unido (US$ 37 milhões), Coréia do Sul (US$ 30,5 milhões), Austrália (US$ 22,6 milhões), Rússia (US$ 20,2 milhões) e México (US$ 19,1 milhões).

 

 

Como diz o título da matéria, Deadpool 2 é agora a terceira maior bilheteria global de 2018. À sua frente, estão dois outros longas que também são estrelados por heróis da Marvel: Pantera Negra (US$ 699 milhões nos EUA/US$ 646 milhões internacional/US$ 1.34 bilhão global) e Vingadores: Guerra Infinita (US$ 643 milhões nos EUA/US$ 1.323 bilhão internacional/US$ 1.96 bilhão global). Ou seja, este foi o ano em que os super-heróis da Marvel atingiram a dominância absoluta das bilheterias em todo o planeta, para desespero daqueles que todo ano profetizam uma fadiga de heróis que nunca vem.

 

Até o ano passado, Hollywood era capaz de lançar alguns megahits que não envolviam super-heróis, mas sim coexistiam lado a lado com eles. 2015 trouxe os sucessos de Star Wars: O Despertar da Força, Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros e Velozes & Furiosos 7, que dominaram as bilheterias daquele ano ao lado de Vingadores: Era de Ultron. Já 2016 teve Rogue One: Uma História Star Wars, mas em geral foi um ano onde as bilheterias foram dominadas por super-heróis e animações infantis, como Procurando Dory, Zootopia: Essa Cidade é o Bicho e Pets: A Vida Secreta dos Bichos. Finalmente, em 2017, além dos ótimos desempenhos de todos os filmes de heróis lançados (exceto Liga da Justiça, claro), houve também os mega-sucessos de Star Wars: Os Últimos Jedi, A Bela e a Fera, Velozes & Furiosos 8 e Jumanji: Bem-Vindo à Selva.

 

 

Esse ano, porém, coube apenas aos heróis Marvel carregarem as bilheterias dos cinemas nas costas, o que eles fizeram com brilhantismo. Por outro lado, não houve nenhum sucesso para a família como Mogli: O Menino Lobo e A Bela e a Fera. Nenhum novo capítulo de Velozes & Furiosos. Até o próprio Star Wars do ano decepcionou, diferentemente dos três últimos longas da saga espacial. Claro, filmes como Jogador Nº 1 e Um Lugar Silencioso foram bem sucedidos e o novo Jurassic World deve ter um ótimo faturamento, porém até a principal animação da Disney do ano, Os Incríveis 2, envolverá super-heróis. E o resto do ano ainda terá Homem-Formiga e a Vespa, Venom, Homem-Aranha no Aranhaverso e Aquaman.

 

Olhando para o calendário do restante de 2018, a não ser que filmes como Christopher Robin: Um Reencontro Inesquecível, O Quebra Nozes e os Quatro Reinos, Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindewald e Wi-Fi Ralph realmente surpreendam nas bilheterias, não haverá nada que poderá sequer encostar no poder que os super-heróis alcançaram junto ao público.

 

 

E você, já foi assistir Deadpool 2? Comente com a gente o que achou!

 

Bilheteria EUA de 01/06/18 a 03/06/18:

 

Filme Semanas em cartaz Renda no fim de semana (em US$) Renda acumulada (em US$)
1- Han Solo: Uma História Star Wars 2 29.396.882 148.989.574
2- Deadpool 2 3 23.178.597 254.506.035
3- Vidas à Deriva 1 11.603.039 11.603.039
4- Vingadores: Guerra Infinita 6 10.507.279 643.006.211
5- Do Jeito que Elas Querem 3 7.039.033 47.555.781
6- Upgrade 1 4.670.905 4.670.905
7- Alma da Festa 4 3.504.625 46.350.255
8- Breaking In 4 2.811.515 41.341.530
9- Action Point 1 2.390.164 2.390.164
10- Overboard 5 1.949.527 45.497.721

 

Veja a nossa galeria do filme:

[URIS id=6634]

Leia TUDO SOBRE Deadpool 2!

Agora que a notícia acabou, veja um vídeo do nosso canal!

Comenta aí, Marvete!

legadodamarveldisqus