Deadpool 2 tem estreia inferior à do primeiro no Brasil!

Curte lá!
Dá um follow aê!
Segue lá!
Se inscreve aê!

 

Com toda a popularidade dos filmes de super-heróis no Brasil, é comum que sequências tenham aberturas superiores a de seus predecessores em nosso país. Cada um dos filmes dos Vingadores abriu com público e renda maior que seu antecessor; Capitão América: Guerra Civil mais do que dobrou a estreia de O Soldado Invernal; a abertura de Thor: Ragnarok foi 25% maior que a de O Mundo Sombrio; e mesmo X-Men: Apocalipse teve uma estreia 2% maior que a de Dias de um Futuro Esquecido. Aliás, isso já era comum até na década passada, quando cada um dos filmes da primeira trilogia dos X-Men e do Homem-Aranha de Sam Raimi tiveram aberturas sucessivamente maiores no Brasil.

 

    LEIA TAMBÉM!

 

Deadpool 2, porém, ficará marcado como uma das raras exceções. A comédia dirigida por David Leitch faturou R$ 21,7 milhões e vendeu 1,33 milhões de ingressos em seu primeiro fim de semana – contando as pré estreias, já são 23,6 milhões em renda e 1,46 milhão de ingressos vendidos. Em comparação, o primeiro Deadpool faturou R$ 25,1 milhões e vendeu 1,7 milhões de ingressos em seu primeiro fim de semana. Trata-se, portanto, de uma queda de 13,5% em renda e 21,4% em público entre os dois filmes do Mercenário Bocudo no nosso país. Além disso, foi também o menor fim de semana de estreia para um filme de heróis desde Mulher-Maravilha, há quase um ano, que faturou R$ 23,5 milhões e levou 1,35 milhão de pessoas aos cinemas em seu primeiro fim de semana.

 

O que pode ter acontecido? Bem, em primeiro lugar, é possível que alguns dos fatores que influenciaram na abertura menor que a do primeiro nos EUA também tenham ocorrido por aqui. Como eu disse na análise da bilheteria americana, o “fator novidade” do primeiro filme não poderia estar presente no segundo – a audiência, afinal, já sabe o que esperar de Wade Wilson, diferentemente de na época do primeiro Deadpool. Além disso, se a primeira aventura solo do Mercenário zoeiro foi o primeiro blockbuster de super-heróis em mais de um semestre, a segunda foi o terceiro filme da Marvel só esse ano. E ter vindo logo depois que os megasucessos Pantera Negra e Vingadores: Guerra Infinita dominaram as conversas entre os cinéfilos tornou bem difícil a missão de Deadpool 2 de se destacar entre seus pares.

 

 

Além disso, aqui no Brasil, o longa passou a semana passada envolvido na polêmica de sua classificação indicativa. Tendo sido reclassificado para maiores de 18 anos no dia de sua estreia obrigou exibidores a divulgar mensagens nas mídias sociais dizendo que a entrada de menores de idade não seria permitida, e que os que já haviam comprado ingressos poderiam devolvê-los. Tudo isso só para no dia seguinte o longa ter sua classificação voltada de novo para menores de 16 anos, permitindo a entrada de menores.

 

Não sei precisar exatamente o quanto essa polêmica impactou na venda de ingressos no país. Mas caso muitas pessoas de fato tenham desistido de ir na estreia por causa da classificação indicativa, então elas possivelmente retornarão nos dias seguintes, o que teoricamente levaria a um ótimo segundo final de semana. Mas vamos olhar pelo lado positivo. A estreia de Deadpool 2 foi a terceira maior para um filme da franquia dos X-Men no Brasil, atrás apenas de Deadpool e Logan, e o 18º público de estreia para um filme de heróis em geral.

 

 

Caso tenha um desempenho similar ao de seu predecessor, Deadpool 2 sai de cartaz tendo levado 4,7 milhões de pessoas aos cinemas, com um faturamento de cerca de R$ 77 milhões. Isso seria uma queda de 6,3% na renda e 21% no público em comparação com o primeiro Deadpool (6 milhões de ingressos/R$ 82 milhões de faturamento), portanto um resultado relativamente decepcionante – para se ter uma ideia, seriam menos ingressos vendidos do que X-Men: Dias de um Futuro Esquecido.

 

Por outro lado, é possível que o longa desempenhe igual a Logan, que enfrentou concorrentes difíceis (tal como Deadpool 2), porém foi capaz de agradar o público e se segurar bem nas salas. Se isso ocorrer, Deadpool 2 sai de cartaz com 5,2 milhões de ingressos vendidos e bons R$ 84,3 milhões arrecadados. Ainda seria um público menor que o de Deadpool, porém com uma renda maior.

 

 

Tudo vai depender de como o longa conseguirá se sustentar perante Guerra Infinita e Han Solo, se a audiência irá gostar do filme e não se importará com o fato de ser mais um longa de heróis num espaço tão curto de tempo e, claro, se os jovens que protestaram contra o aumento na classificação indicativa vão comparecer aos cinemas agora que ela é oficialmente de 16 anos.

 

E você, já foi ver Deadpool 2? O que achou? Não esquece de comentar com a gente aqui no seu Legado da Marvel, hein? 😉

 

Bilheteria Brasil de 17/05/18 a 20/05/18:

 

Filme Semanas em cartaz Renda na semana (em R$) Público na semana Renda acumulada (em R$) Público acumulado
1- Deadpool 2 1 21.773.998 1.336.439 23.693.916 1.466.997
2- Vingadores: Guerra Infinita 4 11.845.790 661.957 215.084.305 12.945.593
3- Paulo, Apóstolo de Cristo 3 1.343.672 81.569 8.297.432 565.725
4- A Abelhinha Maya: O Filme 1 642.564 39.651 819.660 51.373
5- Verdade ou Desafio 3 603.675 38.423 6.466.305 461.378
6- A Noite do Jogo 2 699.885 36.635 2.791.414 169.010
7- Nada a Perder: Contra Tudo. Por Todos 8 254.108 36.451 120.103.318 12.064.817
8- Desejo de Matar 2 373.535 18.972 1.889.556 117.914
9- O Processo 1 242.994 14.907 282.766 18.009
10- Os Farofeiros 11 91.489 5.290 36.576.666 2.583.482

 

Veja a nossa galeria do filme:

[URIS id=6634]

Leia TUDO SOBRE Deadpool 2!

Agora que a notícia acabou, veja um vídeo do nosso canal!

Comenta aí, Marvete!

legadodamarveldisqus