Vingadores: Guerra Infinita é a MAIOR bilheteria da história do Brasil!

Curte lá!
Dá um follow aê!
Segue lá!
Se inscreve aê!

 

Duas semanas em cartaz. Esse foi o tempo que Vingadores: Guerra Infinita precisou para se tornar o maior faturamento da história do Brasil. Mesmo após pouco tempo desde seu lançamento, o longa chegou a um total de colossais R$ 154 milhões, deixou para trás as bilheterias finais de Capitão América: Guerra Civil (R$ 143,3 milhões em 2016) quanto Vingadores: Era de Ultron (R$ 146 milhões em 2015).

 

    LEIA TAMBÉM!

 

Sim, é isso mesmo o que você leu: até então, nenhum longa havia faturado mais do que R$ 150 milhões na bilheteria nacional, e no entanto Guerra Infinita precisou de apenas 11 dias em exibição para chegar lá. Será que estamos diante do primeiro filme a faturar mais de R$ 200 milhões em nossas bilheterias?

 

Quanto ao número de ingressos vendidos, porém, o terceiro Vingadores não é (ainda) o maior da história, mas está caminhando a passos largos para chegar lá. No total, Guerra Infinita levou 9 milhões de pessoas aos cinemas até o momento, um público imenso para um período de tempo tão curto em cartaz. Ou seja, após duas semanas, a aventura comandada pelos Irmãos Russo já é o quarto filme de super-heróis que mais vendeu ingressos da história, logo atrás de Guerra Civil (9,61 milhões), Era de Ultron (10,1 milhões) e o primeiro Vingadores (10,92 milhões), mas superando longas como Liga da Justiça (8,63 milhões), Batman vs Superman (8,56 milhões) e Homem-Aranha (8,4 milhões). Em geral, Guerra Infinita é também o 18º filme mais visto da história no país, superando o público da animação Meu Malvado Favorito 3, o filme mais visto nos cinemas brasileiros no ano passado, bem como o segundo maior de 2018, atrás do sucesso gospel Nada a Perder (11,5 milhões).

 

 

Todas essas marcas foram batidas após mais um excelente fim de semana do filme no país. Foram mais R$ 43 milhões arrecadados e outros 2,4 milhões de ingressos vendidos, o que dá a Guerra Infinita o título de maior segundo final de semana da história do país em ambos os quesitos. O recordista anterior, Era de Ultron, havia faturado R$ 32 milhões e vendido pouco mais de 2 milhões de ingressos em seu segundo fim de semana, embora tenha sido auxiliado pelo feriado de Dia do Trabalho, que caiu numa sexta-feira em 2015. O fato de Guerra Infinita ter atingido este recorde sem a ajuda de um feriado apenas comprova a incrível popularidade do longa.

 

O longa teve um público 35% menor em comparação com semana passada, o que é um pouco acima da média das quedas do primeiro para o segundo fim de semana para o MCU no país, que costuma ser de 33%. Mas, claro, isso já deveria ser esperado, considerando os números massivos que Guerra Infinita trouxe na abertura. Por isso, atraindo multidões em números tão imensos, a queda do longa na realidade chega a ser surpreendentemente pequena.

 

 

Assim, após se tornar o maior faturamento da história do país, a missão dos Vingadores agora passa a ser superar Nada a Perder e sua bilheteria conquistada de forma duvidosa para se tornar também o longa mais visto de 2018 – caso atinja este feito, também se tornará, por tabela, o filme de heróis que mais vendeu ingressos da história.

 

As chances do longa de atingir esse feito são boas. Caso meramente desempenhe como Era de Ultron e Guerra Civil daqui para a frente (que já haviam atingido cerca de 60% de seu público final no segundo fim de semana) Guerra Infinita sairá dos cinemas tendo levado absurdos 15,1 milhões de pessoas aos cinemas. Isso faria do longa o segundo filme mais visto da história do Brasil, atrás apenas de Titanic, que vendeu 16,3 milhões de ingressos ao longo de 1998.

 

 

Por outro lado, é possível que toda a ansiedade dos fãs tenha turbinado os desempenhos dos dois primeiros finais de semana. Além disso, Deadpool 2 certamente será um adversário formidável – vale lembrar que o primeiro longa do Mercenário Bocudo faturou cerca de R$ 82 milhões e vendeu cerca de 6 milhões de ingressos. Ainda assim, Guerra Infinita certamente está agradando o público e virou um fenômeno também entre a audiência tupiniquim, o que pode servir para continuar atraindo multidões aos cinemas nos próximos dias, seja entre quem foi levado pelo boca a boca, seja aqueles fãs mais ardorosos que querem ver o filme novamente nos cinemas.

 

Seja como for, o fato é que estamos diante de uma performance que vai ficar para a história da bilheteria brasileira. Será que Vingadores 4 irá conseguir se equiparar a todo esse sucesso?

 

Bilheteria Brasil de 03/05/18 a 06/05/18:

 

Filme Semanas em cartaz Renda na semana (em R$) Público na semana Renda acumulada (em R$) Público acumulado
1- Vingadores: Guerra Infinita 2 42.989.445 2.414.804 154.003.678 9.024.114
2- Nada a Perder: Contra Tudo. Por Todos 6 2.130.948 255.861 116.395.739 11.517.628
3- Verdade ou Desafio 1 2.735.519 172.011 2.735.519 172.011
4- Paulo, Apóstolo de Cristo 1 2.490.463 143.840 2.490.463 143.840
5- Rampage: Destruição Total 4 644.200 39.180 20.389.674 1.272.867
6- Um Lugar Silencioso 5 551.017 30.023 22.376.837 1.453.410
7- Os Farofeiros 9 265.434 15.206 36.076.907 2.548.835
8- Pedro Coelho 7 187.376 14.260 12.624.831 905.158
9- Exorcismos e Demônios 3 169.794 10.054 4.248.983 290.320
10- Gringo: Vivo ou Morto 1 161.395 6.992 161.395 6.992

 

Veja a nossa galeria do filme:

[URIS id=5942]

Leia TUDO SOBRE Vingadores: Guerra Infinita!

Agora que a notícia acabou, veja um vídeo do nosso canal!

Comenta aí, Marvete!

legadodamarveldisqus