Chris Pratt defende atitude de Peter Quill em Vingadores: Guerra Infinita!

Curte lá!
Dá um follow aê!
Segue lá!
Se inscreve aê!

ESTA NOTÍCIA CONTÉM SPOILERS DE GUERRA INFINITA!

LEIA POR SUA CONTA E RISCO!

 

Então, a atitude de Peter Jason Quill em Vingadores: Guerra Infinita. No nosso grupo do Facebook (que é o maior da Marvel e você deveria fazer parte), a grande parte botou a culpa no Peter pelo o que acontece ao final do longa. Mas o que será que o ator Chris Pratt acha de tudo isso?

 

    LEIA TAMBÉM!

 

Numa entrevista ao Radio Times, o ator defendeu e justificou as atitudes do seu personagem ao descobrir que Thanos havia acabado de matar a Gamora, e por conta disso, numa agressão ao personagem, ele derruba a Mantis e impede que ela continue o deixando paralisado. E por conta disso, o vilão completa a sua vitória. Parece culpa dele, né? Se liga só no que o ator respondeu então, numa tradução via Omelete:

 

“Olha, o cara viu sua mãe morrer, viu sua figura paterna morrer em seus braços, foi forçado a matar seu pai biológico. E agora ele acabou de perder o amor da sua vida. Acho que ele reagiu de maneira muito humana, e eu acho que humanidade é o que distingue os Guardiões da Galáxia dos outros super-heróis. Eu acho que se fizéssemos um milhão de vezes, eu não mudaria nada.”

 

O ator ainda enfatizou o fato de ninguém estar culpando o próprio Thanos:

 

“Além disso, eu culpo Thanos, ok? Meu Deus, por que não é ele que está levando a culpa?!”

 

Mesmo que ele esteja falando isso claramente numa forma descontraída, ele está certíssimo. Thanos é o único culpado, e Peter Quill agiu da forma em que todos nós agiríamos. Ele agiu da forma humana, ele não é um robô sem sentimentos, ele é que nem nós. Eu iria fazer um artigo quando saiu Guerra Infinita falando justamente isso, mas agora não há mais necessidade nenhuma, pois Chris Pratt já respondeu tudo 😛

 

Vingadores: Guerra Infinita segue em exibição nos cinemas. Leia a sinopse do longa: “Thanos enfim chega à Terra, disposto a reunir as Joias do Infinito. Para enfrentá-lo, os Vingadores precisam unir forças com os Guardiões da Galáxia, ao mesmo tempo em que lidam com desavenças entre alguns de seus integrantes”.

 

Vingadores: Guerra Infinita está em exibição nos cinemas brasileiros de todo o país em 3D e também em 2D. É a primeira parte de 2 filmes, no qual a segunda parte, Vingadores 4 chega aos cinemas em abril de 2019. E deve marcar o fim do MCU como conhecemos, e o fim de uma geração. Leia mais: Guerra Infinita ultrapassa bilheteria do primeiro Vingadores nos EUA!

 

Veja a nossa galeria do filme:

[URIS id=5942]

Leia TUDO SOBRE Vingadores: Guerra Infinita!

Agora que a notícia acabou, veja um vídeo do nosso canal!

Comenta aí, Marvete!

legadodamarveldisqus