Como os X-Men e o Quarteto podem fazer parte dos filmes da Marvel?

Curte lá!
Dá um follow aê!
Segue lá!
Se inscreve aê!

Com a compra da Fox pela Disney podendo ser anunciada semana que vem, vamos fazer o que os fãs fazem de melhor: especular. Durante muito tempo sonhamos com a presença dos mutantes e da família de heróis mais famosa dos quadrinhos no MCU, com esse sonho prestes a se tornar realidade, chegou a hora de tentar imaginar como eles poderiam ser colocados juntos com os Vingadores.

 

     LEIA TAMBÉM!

 

Antes de mais nada, temos que lembrar como os direitos foram parar com a Dona Raposa. Tudo começou nos anos 90, mais especificamente em 1995, com a Marvel passando por uma crise ferradíssima. Em partes por causa das vendas de seus gibis, que não andavam muito bem, e em partes por culpa de uma administração que conseguiu piorar ainda mais a situação da editora. Por conta disso, ela foi obrigada vender os direitos cinematográficos de alguns dos seus personagens mais famosos, como X-Men, Homem-Aranha e Hulk (e outros nem tão famosos assim, como o Blade). Não podemos culpar a Marvel por isso, ela ainda não era um estúdio de cinema, não poderia produzir filmes dos seus heróis nem que quisesse. Além do mais, foi com essa grana que ela conseguiu se reerguer e dar a volta por cima.

 

Mas falemos do presente. Como Ciclope, Sr. Fantástico, Galactus e companhia podem integrar o universo compartilhado da Marvel? De que formas eles podem ser introduzidos? Olha, não vou iludir ninguém, mas a situação mais complicada é a dos X-Men. Como, a essa altura do campeonato, seria explicada a existência deles naquele mundo? Eles estavam se escondendo? Por que não se revelaram quando o planeta mais precisava deles? Colocar eles agora não faria sentido algum.

 

 

Há outra possibilidade. Digamos que a existência deles seja resultado da batalha final de Vingadores 4. Sei lá, de alguma forma a realidade foi alterada durante o confronto final com Thanos e agora existem pessoas com o gene X espalhadas pelo mundo. Pode ser? Convenceu você? Só que aí matamos uma das melhores coisas das X-histórias: a dinâmica de mestre e aprendiz. Se as pessoas acabaram de descobrir seus poderes, então não há motivo para se ter uma escola para elas, já que não haveria mutantes mais experientes do que outros. Com isso, Xavier e sua Escola Para Jovens Superdotados perderiam sua razão de existir. No fim, os mutunas seriam apenas carinhas com superpoderes, que talvez nem tivessem que sofrer com o preconceito, já que depois que Thanos for vencido é provável que seres com habilidades especiais caiam nas graças da galera. O melhor seria deixar eles numa outra dimensão, se for assim, dá até pra manter o elenco atual dos filmes produzidos pela Fox.

 

    LEIA TAMBÉM!

 

Já com o Quarteto Fantástico a situação é diferente. Como eles já tiverem dois filmes contando o começo da equipe, seria desnecessário produzir outro longa de origem. O melhor mesmo é mostrar a família já com superpoderes, com apenas pequenas alusões ao acidente espacial que mudou suas vidas. Sabe, tipo De Volta ao Lar. Eles poderiam até mesmo ter uma certa experiência como exploradores do universo. Até já pensei na cena perfeita para apresentá-los.

 

 

Imagina só, Vingadores 4 chega ao fim, alguns heróis queridos que acompanhamos ao longo de 10 anos morreram ou passaram seus mantos. Todo mundo fica na sala, meio feliz, meio em choque, vendo os créditos subirem. Quando eles chegam ao fim começa uma cena em Nova York, com carros, buzinas e muito baralho. Então um portal se abre no meio da cidade, chamando a atenção de geral. Um a um os quatro integrantes da primeira equipe de heróis da Marvel, vestindo seus famosos uniformes azuis, atravessam o portal. “Borracha, a gente tá onde eu acho que a gente tá?”, pergunta o sujeito feito de pedras. Mais que prontamente líder do grupo responde: “Sim, Ben, voltamos pra casa”. Meio fanfic, eu sei, mas deixa eu sonhar um pouquinho.

 

    LEIA TAMBÉM!

 

Ou podemos usar a mesma saída que pensamos para os X-Men, culpar a luta final de Vingadores 4. Uma equipe de astronautas poderia muito bem ser atingida por uma onda de energia proveniente da batalha envolvendo as Joias do Infinito. É o cinema, caramba, tudo pode acontecer. Claro, é só um palpite, a Marvel certamente achará uma saída melhor que essa.

 

 

Agora só nos resta criar teorias de como serão feitos esses encontros, já que a parte mais difícil a Disney já fez. Valeu, Mickey! Leiam mais: Você vai SURTAR com essa nova teoria envolvendo o Tony Stark!

 

Leia TUDO SOBRE a compra da Fox!

Comenta aí, Marvete!

legadodamarveldisqus