Homem de Ferro e Capitão América vão morrer em Vingadores 4!

Curte lá!
Dá um follow aê!
Segue lá!
Se inscreve aê!

 

Nós que acompanhamos os filmes da Marvel Studios, não estamos nem um pouco acostumados com perdas de personagens principais. Se quando Phil Coulson morreu a gente já ficou chateado, imagina se um Vingador de fato morrer, tipo, não por um estalar dedos e sim por um assassinato, igual a morte dolorosa de Loki?

    LEIA TAMBÉM!

 

É exatamente isso que a Marvel Studios pretende fazer com o Homem de Ferro e Capitão América em Vingadores 4. Por muito tempo, eu duvidei. Mas duvidei MESMO que a Marvel teria coragem de matar Tony Stark nos cinemas. Personagem tão querido, será que a Marvel iria mesmo querer chatear todo um fandom? Claro que, não importa se há fandom ou não: a morte tem que fazer sentido narrativo. E faz, meus amigos, muito sentido. Vamos começar pela morte mais óbvia em Vingadores 4: Steve Rogers.

 

Capitão América

 

A morte do Capitão América de Chris Evans tá tão óbvia em Vingadores 4 que já até rolou um suposto vazamento de como ela seria. A cena seria uma luta contra o Thanos, no qual o Capitão iria erguer o martelo do Thor, descer o cacete no Thanos, mas, ele acabaria morrendo em batalha. Quando li essa descrição, fiquei até menos chateado com a morte. Que jeito foda de morrer, né? Mas vamos falar um pouco sobre todo o desenvolvimento que Rogers vem tendo no MCU desde que foi acordado depois de dormir por 70 anos.

 

Steve é um homem de outro tempo. Quando ele se sacrificou para salvar milhões, o mundo estava em guerra. Ou como o personagem mesmo diz numa frase no primeiro Vingadores:

 

“Acordei e me disseram que ganhamos, mas não me disseram o que perdemos.”

 

Ele é um homem que não vive sem guerra. Isso fica evidente ao final de Vingadores: Era de Ultron, enquanto Tony Stark pretende dar uma pequena pausa nas coisas, Steve continua na base dos Vingadores liderando, e quando Tony brinca sobre ele tirar uma folga, ele olha pros soldados e diz: “eu estou em casa”. Nada irá parar Steve de continuar agindo, e em missões. A sua eterna missão. Nem mesmo deixar de ser o Capitão América o fez parar, pois foi revelado no quadrinho prelúdio de Guerra Infinita que ele e outros Vingadores estavam em missões em países de guerra (quer ler em detalhes? clique aqui!).

 

Sua morte acontecer em meio à um combate, de uma maneira foda, seria o melhor jeito de nos despedimos de um personagem tão querido. Fora que, já sabemos que Chris Evans, não que ele esteja querendo parar, mas ele não parece estar querendo continuar com isso por muito tempo. Assim como Hugh Jackman fez recentemente, você precisa parar no auge. Você ficará lembrado eternamente se parar assim, tem que parar antes que fica uma coisa constrangedora, como já disse Robert Downey Jr. sobre interpretar Tony Stark.

 

Homem de Ferro

 

E falando no Robert, vamos falar sobre o Homem de Ferro. Diferente do Capitão, não há descrição de sua morte. Há apenas elementos que reforçam a morte. Como o relacionamento estável com a Pepper Potts. É aquilo, pensa em vários filmes que você já viu: quando as coisas andam muito bem para o protagonista, é porque vem uma merda. Tony Stark já está flertando com isso de “ficar de boa” há algum tempo. E se Vingadores 4 se passa mesmo 5 anos após Guerra Infinita (“como assim 5 anos, Legado?” entenda clicando aqui!), sua morte pode ser confirmada.

 

Motivo disso? Bom, rumores reforçam que, aquele sonho do filho que Tony conversa com a Pepper no comecinho de Guerra Infinita, eles de fato acabam tendo um filho nesses 5 anos após o estalar de dedos de Thanos. Por mais que todo mundo esteja de luto, Tony tem 5 anos “felizes”. Ele iria restaurar a SHIELD e virar o líder dela. Um personagem diferente, mais maduro e carregando o peso de ter falhado com o Universo inteiro. Fora de com certeza estar tentando por todo esse tempo consertar o que aconteceu, talvez com a ajuda de Bruce Banner e Shuri.

 

Mais um indício disso é a suposta história de Homem-Aranha 2 vazada na internet. Você pode ler ela completa clicando aqui, mas vou resumir aqui: a história consiste em Peter Parker lidando com a perda de Tony Stark. O vilão do longa rouba a tecnologia dele, então Peter e Pepper Potts lutam para que esse Legado não seja destruído. História bacana, né? Mas era apenas rumor. Bom, ao menos até dias atrás. O Twitter da Atlanta Filming, famoso por vazar escalações de elenco de filmes antes sequer de qualquer estúdio confirmar, falou que a atriz Gwyneth Paltrow estará no filme.

 

E não, ela não estará acompanhada de Tony Stark. Isso já levou muita gente do Twitter em desespero, ao lembrar que semanas atrás a história do filme consistia na presença dela, com um Tony Stark recém falecido. Seria uma cartada certeira narrativamente, se você pensar bem. Você fazer com que Vingadores 4 tenha a morte do personagem, e 2 meses depois, lançar um Homem-Aranha 2 onde a perda do personagem ainda seja sentida, com a sua mulher ali. Ambos de luto. Vai me dizer que isso não começa a parecer uma boa ideia? E por sinal, quer ter mais motivos nos quais tá tudo indicando para que o Homem de Ferro morra? Clique aqui e leia o artigo mais lido da história do Legado da Marvel.

 

Negação

“Eu não quero que você vá, Sr. Stark.”

 

Eu também não quero perder meus dois personagens preferidos. Mas mesmo não querendo, reconheço que o melhor jeito de encerrar suas participações é com morte, e não aposentadoria. Assim como Steve e seu vicio por guerras, Stark também é viciado em fazer armaduras. Dificilmente alguma coisa fará com que ele pare de fazê-las, e deixar de ter toda essa obsessão em proteger a Terra de tudo que pode vir. Encerar o arco do personagem com uma morte digna, é a melhor saída e a mais corajosa que a Marvel Studios poderá ter nos cinemas.

 

Matar o Steve Rogers… ok, esperado. Mas mata-lo, e aproveitar e no MESMO FILME matar também o Tony Stark, bom… Marvel Studios, você será um monstro. O que esperemos é que os fãs da Marvel dessa vez  tenham uma maior aceitação com a perda, pois ainda há gente com uma grande teoria de que Loki tá vivo, mesmo com o ator falando dia desses na ACE Comic Con que a cena de sua morte é um fim para o personagem e encerra todo o seu arco.

 

Esperamos também que os fãs da Marvel Studios não ameacem os diretores da mesma forma que outros fãs ameaçaram o diretor de Star Wars: Os Últimos Jedi, Rian Johnson, após ele tomar decisões no roteiro não populares. Porque sim, matar Tony Stark e Steve Rogers é uma decisão não popular. Mas então, você está pronto para ver a morte deles? Discorda de todo esse artigo? Não vai aceitar? Deixa aí nos comentários e vamos fazer uma grande discussão (respeitosa) sobre isso. 🙂

 

Veja a nossa galeria do filme:

[URIS id=6066]

Leia TUDO SOBRE Vingadores 4!

Agora que a notícia acabou, veja um vídeo do nosso canal!

Comenta aí, Marvete!

legadodamarveldisqus