LISTÃO: As 10 histórias memoráveis do Homem-Aranha nos quadrinhos!

Curte lá!
Dá um follow aê!
Segue lá!
Se inscreve aê!

O nosso querido e amado amigão da vizinhança provou ser um dos personagens de quadrinhos mais populares e venerados de todos os tempos. Presente nas principais mídias, seja quadrinhos, programas de TV, filmes, videogames; sua mitologia está enraizada em toda a cultura pop,

 

    LEIA TAMBÉM!

 

Aranha foi criado por Stan Lee e Steve Ditko há mais de 50 anos, ele foi o primeiro super-herói adolescente e o primeiro herói a ter problemas relacionáveis, ou seja, questões com as quais o leitor poderia se identificar. Peter é um herói humanizado, que não se preocupa somente em lutar contra vilões, mas também em cuidar de sua amada Tia May e encontrar dinheiro para pagar o aluguel. Peter não possui a invencibilidade de alienígena, não tem a supervelocidade que precisa para viajar no tempo, não é bilionário… mas sim, um nerd na classe de ciências que tenta explorar seus poderes com absoluta responsabilidade.

 

Em 2018, dos três filmes do MCU lançados, Homem-Aranha: De Volta ao Lar arrecadou US$ 880 milhões, se tornando a maior bilheteria dentre os filmes de super-herói. Para comemorar o ótimo ano do escalador de paredes, listamos 10 histórias memoráveis do herói:

 

Imagem relacionada

10 – O Nascimento de Venom

 

Em 1988, a dupla David Michelinie e Todd Mcfarlane estava no auge, marcando toda uma geração de leitores de quadrinhos. Nunca antes o Homem-Aranha havia lutado contra um vilão assim. Venom era extremamente poderoso e não provocou o sentido da aranha no herói. Ele é o perfeito anti-Peter Parker, brutalmente forte e vingativo, além de ter todos os poderes aracnídeos e muito mais.

 

Essa HQ mostra o que aconteceu com o Simbionte alienígena depois que Peter se livrou dele. Quando Eddie Brock, um jornalista frustrado que atribui culpa ao Homem Aranha pelo seus próprios erros, se junta ao Simbionte, ganha todas as habilidades do Homem-Aranha que estão inseridas no Simbionte; além de todas as suas lembranças, tais como a identidade do cabeça de teia e quem são seus familiares.

 

Resultado de imagem para carnificina total

9 – Carnificina Total

 

Nos anos 90, a Marvel deduziu que uma saga envolvendo Venom e o Carnificina chamaria a atenção do público, isso porque o universo dos simbionte se tornou uma febre entre os leitores daquele período. Escrito por Tom DeFalco, Terry Kavanagh, JM DeMatteis e David Michelinie e arte de Mark Bagley, Sal Buscema, Ron Lim, Tom Lyle e Alex Suviuk. Carnificina Total é um mega evento de 14 partes, na qual o Carnificina escapa de seu encarceramento e une forças com um grupo de vilões para causar uma chacina pela cidade de New York.

 

Clettus e sua gangue fazem uma série de matança nas ruas da cidade e cabe ao Homem-Aranha formar um grupo de heróis, incluindo Gata Negra, Capitão América  e outros para detê-los. Além disso, a grande novidade desta equipe é o recrutamento de Venom, um inimigo jurado e popular vilão do Aranha, que buscam por um fim a chacina da “Família Carnificina”. Com grandes momentos épicos, Carnificina Total é uma história de grande sucesso que explora a relação entre o Aranha e o Venom, bem como na divergência sobre o código moral dos dois. A saga ainda contribuiu para o nascimento de um jogo com o mesmo nome lançado em 1994.

 

Imagem relacionada

8 – A Morte de Jean DeWolff

 

Esse clássico escrito Peter David, marca um período sombrio do Homem-Aranha. A história mostra Jean DeWolff, uma policial e amiga íntima do cabeça de teia, que já auxiliou o herói diversas vezes em suas batalhas. Jean é morta no começo da história pelo maníaco Sin Eater, que não era nem mesmo um vilão super poderoso, mas sim, apenas um psicopata com uma espingarda.

 

Quando descobriu que ela havia sido assassinada, o aracnídeo perdeu o controle e partiu em busca de vingança. A Morte de Jean DeWolff é uma história bastante diferente do Aranha para o tempo em que foi lançada. Não só era mais madura, como também apresentava elementos de realismo na narrativa. É uma história trágica que testa o limite emocional, a capacidade de esperança e positividade do nosso herói.

 

Resultado de imagem para homem aranha azul

7 – Homem-Aranha: Azul

 

Embora Mary Jane Watson seja provavelmente a mais conhecida dos interesses de amor de Peter Parker, Gwen Stacy foi a primeira a conquistar o coração de cabeça de teia. Escrito por Jeph Loeb e com arte de Tim Sale, a história é contada por meio de flashback.

 

Essa minissérie é uma homenagem ao romance que Peter viveu com Gwen Stacy, quando ele recorda da falecida namorada no Dia dos Namorados. Se você gosta do aspecto mais romântico do cânone do Aranha, então Homem-Aranha: Azul é para você. A série é muito doce e você pode dizer que os criadores estavam se divertindo muito ao fazer esta história.

 

Resultado de imagem para Homem-Aranha: Nunca Mais

6 – Homem-Aranha: Nunca Mais!

 

Escrito por Stan Lee e com arte de John Romita, nesta história Peter Parker percebe que está se dedicando a ajudar pessoas que nunca vão apreciar seus esforços. Ignorando sua família e amigos, decide deixar de ser o amigão da vizinhança, devido à falta de respeito do público, além de se demitir do emprego para poder se dedicar mais nos estudos.

 

Após isso, Peter joga seu uniforme no lixo (cena perfeitamente adaptada por Sam Raimi em Homem-Aranha 2), e logo depois acaba nas mãos de J. Jonah Jameson do Clarim Diário. Durante a história, Peter se recorda de como se tornou Homem-Aranha em primeiro lugar. Isso o motiva a se tornar o Homem-Aranha novamente. Homem-Aranha: Nunca Mais! apresenta aquela velha e conhecida frase clássica da história do personagem: “Com grande poder, vem grandes responsabilidades”, e também serve como a primeira aparição do Rei do Crime.

 

Resultado de imagem para A Noite Gwen Stacy morreu

5 – A Noite Gwen Stacy Morreu

 

Escrito por Gerry Conway e desenhado por Gil Kane. Gwen Stacy, a namorada de Peter Parker, é sequestrada pelo Duende Verde. A batalha entre o escalador de paredes e o Duende é levada em uma instância em que, em uma última tentativa de vencer a luta, Gwen é jogado sobre a ponte. Usando suas teias, Peter é capaz de segurá-la pelos pés.

 

No entanto, quando ele a puxa, Gwen estava morta. O que gera uma dúvida: ela morreu pelas mãos do Duende ou Peter, na sua tentativa de salvá-la, sem querer a matou? Embora essa questão nunca seja respondida, Peter se culpa pela morte de sua amada. A Noite Gwen Stacy Morreu é uma história significativa, pois foi um dos poucos casos em que algum personagem principal morreu.

 

Imagem relacionada

4 – Homem-Aranha – Tormento

 

Remetendo alguns acontecimentos de A Última Caçada de Kraven, Tormento foi lançado nos anos 90 em cinco edições, escrita e desenhada pelo cultuado Todd McFalane. Na história, temos Peter Parker tendo de lidar com um Lagarto mais feroz do que o normal, pois apesar de seu habitual comportamento selvagem, o vilão nunca tinha assassinado e comido pessoas como antes.

 

Mais tarde ele descobre que o comportamento alterado do vilão reptiliano deve-se ao fato dele estar sendo manipulado por uma feiticeira chamada Calypso, ex-amante de Kraven que está em busca de vingança pela morte de seu amado. A HQ traz o melhor do DNA de McFalane; o clima da história é característico daquela época mais soturna, onde as coisas eram mais pessimistas e sombrias.


Resultado de imagem para homem aranha caido entre os mortos

3 – Caído Entre os Mortos

 

Escrito por Mark Millar, com arte de Terry Dodson e Frank Cho, Caído Ente os Mortos fez parte da série Marvel Knights, um selo com uma linha mais madura, onde Marvel decidiu colocar seus personagens mais sombrios no centro das atenções, como Demolidor, Justiceiro e muito mais. Em 2004 o Homem-Aranha começou a fazer parte dessa iniciativa. Na história, o Aranha finalmente consegue colocar Norman Osborn atrás das grades, mas logo tem de lidar com o sequestro de sua Tia May, parte do plano do Duende Verde.

 

O vilão ainda conta com vários adversários clássicos do Homem-Aranha trabalhando para ele, no novo grupo dos Doze Sinistros. Com grandes vilões do universo do Aranha, e momentos importantes para todo o universo Marvel, Caído Entre os Mortos possui uma narrativa impecável, se tornando a obra prima mais recente do cabeça de teia.

 

Resultado de imagem para homem aranha Meu melhor Inimigo

2 – Meu Melhor Inimigo

 

História escrita por J.M. DeMatteis e desenhada por Sal Buscema. Harry Osborn, que era o melhor amigo de Peter Parker desde os tempos de faculdade, agora é o Duende Verde. Na trama, Harry tinha acabado de sair da prisão por falta de provas e estava se reaproximando. Porém, apesar de estar doente, Harry passa seus dias provocando Peter, ameaçando revelar sua identidade secreta e até de sequestrar seus entes queridos.

 

Desequilibrado e oscilando entre momentos de sanidade e de ódio ao Homem-Aranha, Harry está a algumas semanas de inaugurar uma organização de caridade com o nome de seu pai, no intuito de limpar a memória dele. Essa história traz um dos momentos mais tocantes na vida do herói e explora sua relação fraternal entre ele e o Harry.

 

Resultado de imagem para A última caçada do Kraven

1 – A Última Caçada de Kraven

 

Da dupla J.M. DeMatteis e Mike Zeck, essa HQ é considerada por muitos a melhor fase do Aranha com o uniforme negro. Inicialmente pensada como uma história para o Batman, este conto sombrio e assustador foi uma grande partida para o Homem-Aranha, iniciando uma série de histórias psicodélicas. Na história, Kraven – O Caçador, decide desafiar o Homem-Aranha em uma batalha a fim de lhe atribuir uma derrota humilhante, drogando-o e o enterrando vivo. A cena mais memorável da história é quando o Homem-Aranha consegue escapar do túmulo.

 

A Última Caçada de Kraven é frequentemente listada como uma das maiores histórias do Homem-Aranha e da Marvel de todos os tempos. Kraven já capturou todos os animais conhecidos pelo homem, agora ele tenta encontrar uma aventura mais emocionante: caçar o Homem-Aranha. O objetivo uma vez alcançado, Kraven planeja assumir o manto do herói. A intenção é provar ao mundo que ele é um Homem-Aranha superior ao original. Grande parte da história é uma exploração da história do Kraven e de suas motivações. O que acontece quando ele alcançar todos os seus objetivos? Essa obra-prima é uma indagação sobre o que acontece quando um vilão finalmente consegue conquistar seu objetivo final.

 

    LEIA TAMBÉM!

 

E aí, o que acharam do nosso LISTÃO? Deixe nos comentários qual é a sua HQ favorita do Homem-Aranha, e qual você gostaria de ver adaptada nos cinemas! Leia mais: Depois de anos na geladeira, filme do Venom poderá quebrar paradigmas!

 

Leia TUDO SOBRE Homem-Aranha!

Comenta aí, Marvete!

legadodamarveldisqus