Os 50 Maiores Filmes de Super-Heróis da História nas Bilheterias | Parte 1: EUA

Curte lá!
Dá um follow aê!
Segue lá!
Se inscreve aê!

Há décadas, os super-heróis tem saído de suas origens nos quadrinhos e arrastado milhões de pessoas às salas de cinema em todo o globo. Quase tão antigos quanto o próprio cinema (a Wikipedia considera que o primeiro filme de super-heróis, The Mark of Zorro, foi lançado em 1920!), tais longas fizeram geração após geração de cinéfilos vibrarem com suas aventuras. Das clássicas cinesséries em preto e branco dos anos 1940 e 1950 aos modernos universos cinematográficos da Marvel e da DC, passando pelo Superman de Christopher Reeve, o Batman de Michael Keaton, o Homem-Aranha idealizado por Sam Raimi e pela série X-Men, os filmes de super-herói tem sido um gênero importante e muito lucrativo para Hollywood.

 

Se pegássemos todos os incontáveis filmes de heróis lançados até hoje, quais seriam os mais bem sucedidos? Quais seriam os longas que mais pessoas conseguiram colocar dentro de uma sala escura de cinema? É o que você vai ver nessa matéria especial do Legado da Marvel, que vai revelar para você quais são os 50 filmes de heróis de maior bilheteria da história do cinema, nos Estados Unidos, no Brasil e, por fim, em todo o globo.

 

 

Para a elaboração dessa lista, consideramos não apenas os filmes com personagens Marvel e DC, de forma que longas como Os Incríveis, Hancock e Corpo Fechado pudessem competir também. Nós também consideramos apenas os filmes que não estavam mais em exibição dos cinemas na época da elaboração da lista, ou seja: Logan, lançado no início de março e já disponível em home vídeo, está qualificado para a lista; Guardiões da Galáxia Vol. 2 e Mulher-Maravilha, atualmente em exibição nos cinemas, não serão considerados. Mas não se preocupe: numa versão atualizada da lista, você verá em qual posição estes dois filmes irão parar. 😉

 

Sem mais delongas, confira abaixo quais são os 50 maiores filmes de super-heróis nos Estados Unidos!

 

Do 1º ao 10º lugar:

#FilmeBilheteria (em US$)Data de estreia (EUA)
1Os Vingadores623.957.31004/05/2012
2Batman: O Cavaleiro das Trevas534.858.44418/07/2008
3Vingadores: Era de Ultron459.005.86801/05/2015
4Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge448.139.09920/07/2012
5Homem de Ferro 3409.013.99403/05/2013
6Capitão América: Guerra Civil408.084.34906/05/2016
7Homem-Aranha406.706.37503/05/2002
8Homem-Aranha 2373.585.82530/06/2004
9Deadpool363.070.70912/02/2016
10Homem-Aranha 3336.503.30304/05/2007

 

Os quatro primeiros lugares do Top 10 alternam entre um filme dos Vingadores dirigido por Joss Whedon e um do Cavaleiro das Trevas comandado por Christopher Nolan, o que faz destes dois realizadores basicamente os mais bem sucedidos financeiramente nos filmes de heróis. Os longas de Whedon com os Heróis Mais Poderosos da Terra e os de Nolan com o Batman alcançaram bilheterias estratosféricas agradando não apenas os fãs de quadrinhos, como também a crítica e ao público em geral. Não é surpresa que o primeiro Vingadores e O Cavaleiro das Trevas estejam na duas primeiras posições da lista, afinal, fizeram dinheiro o bastante para brigar na lista das maiores bilheterias da história do cinema, não apenas em filmes de super-heróis. Enquanto o longa de Whedon é um genuíno crowdpleasing, repleto de ação, diálogos divertidos e personagens carismáticos, o de Nolan ultrapassou os limites de um filme de HQs e criou um verdadeiro filme policial que, assombrado pela sinistra performance de Heath Ledger, marcou o cinema hollywoodiano dos anos 2000.

 

 

A seguir na lista, temos os terceiros filmes solo com o Homem de Ferro e o Capitão América que, turbinados pelas aparições anteriores dos heróis nos longas dos Vingadores, explodiram sua bilheteria em relação aos seus antecessores. Guerra Civil, aliás, foi recebido com níveis de antecipação comparados apenas aos dos dois épicos super-heroicos de Whedon, inclusive trazendo muito mais heróis do que neles. Porém, mesmo com aclamação da crítica e um fim de semana de estreia muito maior, não conseguiu superar a renda de Homem de Ferro 3. Então… vitória do #TeamIronMan?

 

O restante da lista é dominada pela trilogia do Homem-Aranha de Sam Raimi, uma das franquias blockbuster mais bem sucedidas financeiramente da década passada. Afinal, trata-se de um dos super-heróis mais icônicos da história, e sua chegada aos cinemas foi recebida por multidões nas salas escuras. Em meio a eles, porém, está outro herói que veste vermelho, embora tenha um comportamento bem mais adulto: Deadpool chegou aos cinemas quando filmes de heróis são bem mais comuns do que na época da trilogia de Raimi, porém conseguiu se destacar ao abraçar a violência e as piadas sujas e repletas de palavrões que são características do personagem nos quadrinhos. Além disso, Deadpool é o único representante da série dos X-Men no Top 10 desta lista.

 

Do 11º ao 20º lugar:

#FilmeBilheteria (em US$)Data de estreia (EUA)
11Guardiões da Galáxia336.176.60001/08/2014
12Batman vs. Superman: A Origem da Justiça330.360.19425/03/2016
13Esquadrão Suicida325.100.05405/08/2016
14Homem de Ferro318.412.10102/05/2008
15Homem de Ferro 2312.433.33107/05/2010
16O Homem de Aço291.045.51814/06/2013
17O Espetacular Homem-Aranha262.030.66303/07/2012
18Os Incríveis261.441.09205/11/2004
19Capitão América: O Soldado Invernal259.766.57204/04/2014
20Batman251.188.92423/06/1989

 

Em 11º lugar na lista dos Estados Unidos, estão uma equipe que, antes de sua estreia nos cinemas, não era conhecida mesmo entre os leitores experientes dos quadrinhos da Marvel: Guardiões da Galáxia foi aclamado pela crítica, se tornou mania entre o público (americano, pelo menos) e surpreendeu a todos com seu faturamento recorde. A combinação entre ficção científica, comédia, personagens carismáticos e canções clássicas dos anos 70 e 80 colocou a antes desconhecida equipe nos corações dos fãs.

 

Nesta parte da tabela, também temos os três longas que, apesar de terem sido sucessos comerciais, quase afundaram o recém-nascido DCEU com sua pavorosa recepção crítica. Tanto O Homem de Aço quanto Batman vs Superman foram ansiosamente aguardados pela audiência, e conquistaram bilheterias de estreia recordes. Infelizmente, eles não foram exatamente recebidos de forma mais calorosa pelo público do que pela crítica, portanto, despencaram feito pedra nas semanas seguintes. Esquadrão Suicida, por outro lado, também sofreu quedas duras após sua boa estreia, porém se beneficiou por ser literalmente o único blockbuster em cartaz por semanas a fio, fazendo com que o longa tivesse um dos melhores desempenhos em relação à estreia para filmes de heróis do ano passado.

 

 

Além disso, aqui também encontramos alguns filmes importantes para o gênero. Homem de Ferro (em 14º lugar) foi o capítulo inicial do MCU e surpreendeu a crítica e o público, ressuscitou a carreira do então em baixa Robert Downey Jr. e iniciando o ambicioso projeto da Marvel sob uma sólida fundação. Algumas posições abaixo, está Os Incríveis, a animação da Pixar que até hoje é o maior filme de super-heróis da história não baseado num personagem da Marvel ou da DC. Finalmente, em 20º lugar, um dos pais dos filmes de super-heróis modernos: o Batman de Tim Burton resgatou o gênero após quase uma década de continuações cada vez piores com o Superman, e foi um sucesso absurdo nas bilheterias. Aliás, Batman até hoje é um dos filmes de heróis mais vistos da história: ajustado pela inflação, o faturamento do filme foi de US$ 556 milhões, o que o poria bem mais acima nesta lista.

 

Do 21º ao 30º lugar:

#FilmeBilheteria (em US$)Data de estreia (EUA)
21X-Men: O Confronto Final234.362.46226/05/2006
22X-Men: Dias de um Futuro Esquecido233.921.53423/05/2014
23Doutor Estranho232.641.92004/11/2016
24Hancock227.946.27402/07/2008
25Logan226.252.57903/03/2017
26Operação Big Hero222.527.82807/11/2014
27X-Men 2214.949.69402/05/2003
28Batman Begins206.852.43215/06/2005
29Thor: O Mundo Sombrio206.362.14008/11/2013
30O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro202.853.93302/05/2014

 

Esta parte da tabela pertence aos mutantes: quatro dos nove filmes da franquia da Fox se encontram aqui, bem distantes do maior campeão da série, Deadpool. É um sinal de que a saga pode ter estabelecido um teto para o faturamento máximo que pode atingir (novamente, descontando o Mercenário Bocudo, que é um caso à parte), e isso na verdade nem talvez seja um problema, caso a Fox não perca o controle com os orçamentos dos filmes. Caso, porém, estejam decididos a perseguir o nível de faturamento do MCU, é provável que a Fox vá ter de reformular dramaticamente seus mutantes. Alguém aí disse a palavra reboot?

 

Esta parte da tabela também inclui Hancock, a comédia dramática de ação que se aproveitou do ápice da popularidade de Will Smith para superar a fraca recepção crítica e se destacar num ano que teve o Batman, o Homem de Ferro e o Indiana Jones nas telonas. Logo abaixo, está Operação Big Hero, uma divertida animação da Disney que, baseada em personagens da Marvel ainda mais desconhecidos que os Guardiões da Galáxia (!), levou o Oscar para casa. Na 28º posição, encontramos o reboot Batman Begins, que, apesar de não ter sido exatamente um recordista na bilheteria, recuperou a dignidade do herói entre crítica e público após a péssima recepção de Batman e Robin, e iniciou com sucesso a trilogia de Nolan.

 

 

Falando em reboot, a Sony não teve tanta sorte quanto a Warner: duas posições abaixo, está o segundo capítulo d’O Espetacular Homem-Aranha, a desastrada tentativa da Sony de iniciar um universo compartilhado com o herói aracnídeo. Após uma fraca recepção crítica e bilheteria bem abaixo de todos os filmes anteriores do Aranha, a Sony finalmente cedeu e sentou-se para negociar com a Disney e a Marvel Studios, originando o recente Homem-Aranha: De Volta ao Lar.

 

Do 31º ao 40º lugar:

#FilmeBilheteria (em US$)Data de estreia (EUA)
31Superman: O Retorno200.081.19228/06/2006
32As Tartarugas Ninja (2014)191.204.75408/08/2014
33Batman Eternamente184.031.11216/06/1995
34Thor181.030.62406/05/2011
35Homem-Formiga180.202.16317/07/2015
36X-Men Origens: Wolverine179.883.15701/05/2009
37Capitão América: O Primeiro Vingador176.654.50522/07/2011
38Lego Batman: O Filme175.750.38410/02/2017
39Batman: O Retorno162.831.69819/06/1992
40X-Men: O Filme157.299.71714/07/2000

 

Bryan Singer abandonou (temporariamente) os X-Men para fazer sua homenagem/sequência alternativa ao Superman de Richard Donner. Infelizmente, o filme do diretor se provou longo, melodramático e auto-indulgente demais para a crítica e o público, e seu desempenho acabou ficando abaixo das expectativas do estúdio, levando a Warner a fazer o reboot do herói sete anos depois, com Snyder e Cavill. Abaixo dele na lista, estão o reboot das Tartarugas Ninja produzido por Michael Bay e três filmes “menores” do MCU: Thor e Capitão América: O Primeiro Vingador chegaram um ano antes de Os Vingadores, quando o faturamento da Marvel Studios ainda não havia sido catapultado para a estratosfera. Já Homem-Formiga sempre foi vendido como um longa mais humilde da casa. Ensanduichado entre os épicos Era de Ultron e Guerra Civil, seu tímido faturamento não pode ser considerado uma decepção, uma vez que custou apenas uma fração do que os longas que trazem toda a equipe dos Vingadores custam para serem feitos: apenas US$ 130 milhões.

 

Além disso, esta parte da lista traz também dois filmes dos X-Men e três do Batman. No caso dos mutantes, sua franquia não teria sido bem sucedida se o primeiro X-Men, na 40ª posição, não tivesse sido um sucesso comercial. Sim, de fato o longa arrecadou menos que três dos quatro filmes do Batman da franquia de Burton e Schumacher. O mais importante, porém, é que o enxuto drama de ação comandado por Bryan Singer foi aclamado pela crítica, apresentou o público a personagens que viriam a acompanhar pelos anos seguintes (como o Professor X de Patrick Stewart e o Wolverine de Hugh Jackman) e recuperou o prestígio dos filmes de super-heróis, perdido três anos antes com a horrenda recepção de Batman e Robin.

 

 

O Cavaleiro das Trevas da DC, aliás, aqui está representado pela divertida animação que o transforma num personagem Lego, e por dois filmes que não poderiam ser mais opostos entre si – incluindo na recepção crítica. Batman: O Retorno foi produzido após o imenso sucesso financeiro do filme de 89 e, com mais liberdade criativa, Burton fez o filme que queria. Infelizmente, ele se provou assustador demais para as crianças (ou assim seus pais entenderam), e, além de seu desempenho bem abaixo do primeiro filme, diversos lucrativos acordos de licenciamento que a Warner havia fechado com marcas como o McDonald’s foram encerrados abruptamente. Assim, o estúdio decidiu substituir o diretor, trazendo Joel Schumacher para dar um tom mais cômico e familiar ao personagem. Ao som de U2 e Seal, Batman Eternamente até conseguiu faturar mais que seu antecessor, porém sacrificou muito da credibilidade crítica da franquia com seu estilo cafona e circense, que seria ainda mais exagerado em sua desastrada sequência. Ora, por causa de Batman e Robin, os personagens da DC não chegaram perto da tela do cinema por sete anos (ou oito – sinta-se a vontade para desconsiderar Mulher Gato). Perto disso, Zack Snyder é fichinha.

 

Do 41º ao 50º lugar:

#FilmeBilheteria (em US$)Data de estreia (EUA)
41X-Men: Apocalipse155.442.48927/05/2016
42Quarteto Fantástico154.696.08008/07/2005
43Megamente148.415.85305/11/2010
44X-Men: Primeira Classe146.408.30503/06/2011
45As Tartarugas Ninja (1990)135.265.91530/03/1990
46O Incrível Hulk134.806.91313/06/2008
47Superman: O Filme134.218.01815/12/1978
48Wolverine: Imortal132.556.85226/07/2013
49Hulk132.177.23420/06/2003
50Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado131.921.73815/06/2007

 

Recebido de forma decepcionante pela crítica e de modo indiferente pelo público americano, X-Men: Apocalipse conseguiu a façanha de faturar menos que o primeiro filme da série, lançado 16 anos antes – e olha que ele ainda teve as vantagens dos ingressos mais caros do 3D, IMAX, e afins. É uma situação completamente diferente de X-Men: Primeira Classe, que faturou menos que Apocalipse, porém agradou a crítica e o público o suficiente para turbinar as vendas do filme seguinte, Dias de um Futuro Esquecido. Veremos como Dark Phoenix se sairá em novembro do ano que vem, tendo como antecessor um longa tão mal recebido. Quem sabe uma participação especial do Deadpool não ajuda a dar um gás no longa?

 

E, numa lista tão dominada pelos Vingadores, pelo Batman e pelo Wolverine, esta última parte da tabela é habitada por alguns rostos incomuns, como o Quarteto Fantástico – não, não o de Josh Trank, aquele que trazia um Chris Evans pré-Capitão América. A tentativa da Fox em lançar uma segunda série de super-heróis em paralelo aos X-Men até conquistou números razoáveis em seu primeiro filme, mas esbarrou na péssima resposta da crítica e do público, o que levou sua continuação, em 50º lugar nessa lista, a ter uma queda no faturamento, mesmo com a presença do Surfista Prateado. Até hoje, o estúdio luta, sem sucesso, para lançar uma franquia elogiada e bem sucedida financeiramente da icônica família da Marvel.

 

 

Outro que ainda não havia dado as caras aqui era o Hulk: tanto a polêmica versão de Ang Lee, quanto a estrelada por Edward Norton, já parte do MCU, foram consideradas como decepções financeiras. Será que algum dia veremos algum filme-solo bem sucedido do Golias Esmeralda? Ou ele só faz sucesso quando colocado junto com seus outros colegas Vingadores?

 

Fora da Marvel, temos também a hilariante animação da Dream Works Megamente e o primeiro filme das Tartarugas Ninja (lançados no ápice da popularidade dos quatro heróis, o início da década de 90). Finalmente, na 47º posição, há o vovô de todos os filmes de super-heróis atuais: o primeiro Superman de Richard Donner e Christopher Reeve. Idolatrado tanto pelos chefões da Marvel e da DC nos cinemas, os US$ 134 milhões arrecadados pelo longa no final da década de 70 seriam cerca de US$ 507 milhões em 2017, o suficiente para ocupar um posto bem mais alto nesta lista.

 

A seguir: os 50 filmes de super-heróis mais vistos no Brasil.

Comenta aí, Marvete!

legadodamarveldisqus