Thor: Ragnarok e Liga continuam com bilheterias espetaculares no Brasil

Curte lá!
Dá um follow aê!
Segue lá!
Se inscreve aê!

 

Some o mundialmente famoso amor do público brasileiro pelos heróis da Marvel e da DC com a falta de concorrentes muito fortes, e pronto: você tem a receita para um fim de semana verdadeiramente “super-heroico” nas bilheterias brasileiras para Thor: Ragnarok e Liga da Justiça.

 

    LEIA TAMBÉM!

 

Liga, aliás, continuou no topo da tabela do fim de semana, e a uma distância gigantesca de seus concorrentes. O longa de Zack Snyder faturou mais R$ 17,4 milhões de reais e levou pouco mais de 1 milhão de pessoas aos cinemas entre quinta e domingo. No total, o filme já soma R$ 81,5 milhões de faturamento e 4,9 milhões de ingressos vendidos, o suficiente para ser o décimo filme mais visto do ano. Assim, os Super Amigos precisaram de apenas duas semanas para deixar para trás toda a bilheteria que Guardiões da Galáxia Vol. 2 conquistou no país (o que não é lá uma grande vitória, considerando o desempenho decepcionante da segunda aventura de Star-Lord e seus amigos no Brasil), e agora continuam em sua caçada obstinada para superar os públicos dos outros filmes de heróis de 2017.

 

Aliás, no Brasil Liga tem operado num nível bem acima de qualquer outro longa de super-heróis do ano, e digno da realeza dos principais sucessos do gênero em nosso país (o contraste com sua performance desanimadora nos EUA chega a ser perturbador). Afinal, a reunião dos Super Amigos conseguiu levar mais gente aos cinemas em duas semanas do que blockbusters do calibre de Homem de Ferro 3 (4,5 milhões de ingressos vendidos na segunda semana), o primeiro Vingadores (4,8 milhões) e Esquadrão Suicida (4,6 milhões), além de pouquíssima coisa abaixo de Batman vs Superman (5 milhões) – embora, por outro lado, Liga ainda esteja bem atrás dos públicos de Vingadores: Era de Ultron (6 milhões) e Capitão América: Guerra Civil (5,7 milhões) no mesmo período.

 

 

Em termos de bilheteria pura, Liga teve um segundo fim de semana com menos público do que os concorrentes acima, que, por sua vez, levaram bem mais do que 1 milhão de pessoas aos cinemas na segunda semana. Mas esse resultado menor foi compensado pelas pré estreias lotadas de fãs da DC que se realizaram no feriado do dia 15/11. Em outras palavras, Liga tem conquistado praticamente o mesmo número de outros blockbusters monstruosos de heróis, ele só está distribuído de forma diferente por conta das prés.

 

    LEIA TAMBÉM!

 

Dito isso, quão alto Liga ainda pode chegar no ranking dos filmes de heróis mais assistidos do Brasil? Enfim, em primeiro lugar, acho que podemos deixar Os Vingadores de fora dessa conta, pois o primeiro longa dos Heróis Mais Poderosos da Terra foi um evento único em si. Afinal, o filme chegou aos cinemas com ótimos números e depois manteve uma sustentação posterior quase miraculosa. Basta dizer que, em sua segunda semana, Vingadores havia levado apenas 45% do público final que viria a ter, enquanto a maior parte dos filmes de heróis costumam fazer algo mais perto de 60% do público total no mesmo período. Portanto, caso tenha um desempenho similar aos dos citados Batman vs Superman, Esquadrão, Era de Ultron e os terceiros filmes do Homem de Ferro e do Capitão América, Liga sairá dos cinemas com 8,3 milhões de espectadores, o suficiente para ser o maior filme de heróis do ano, embora ainda fique abaixo do público final de BvS (8,5 milhões).

 

 

Ou seja, se quiser superar os números de seu antecessor na trilogia de Snyder para o DCEU, Liga terá que se sair um pouco melhor do que a média de seus pares. Felizmente, o longa terá mais duas semanas tranquilas nas bilheterias, e depois veremos como se sairá contra Star Wars: Os Últimos Jedi. Conforme expliquei aqui na semana passada, a saga espacial costuma fazer números decentes, porém não exatamente no mesmo nível que os super-heróis alcançam no Brasil e, se a história se repetir, o Episódio VIII fará uma bilheteria menor que a de seu antecessor, O Despertar da Força. Mas desde já podemos imaginar que Os Últimos Jedi representará uma ameaça menor a Liga do que Guerra Civil foi para Batman vs Superman no ano passado.

 

    LEIA TAMBÉM!

 

Thor: Ragnarok, por sua vez, ignorou o fato de estar em sua quinta semana de exibição e as novas estreias no mercado, e se manteve firme e forte na segunda posição do ranking. Mesmo depois de um mês em cartaz, o Deus do Trovão e seus amigos Vingativos ainda continuam colocando mais gente nos cinemas do que longas mais novos, o que prova não apenas a popularidade do filme, como também a falta de concorrentes muito poderosos. O filme faturou R$ 2,4 milhões e levou mais 151 mil pessoas aos cinemas, para um total de R$ 95,4 milhões de faturamento e 5,9 milhões de público.

 

 

Pelo lado positivo, Ragnarok vai se sagrando como o sexto maior filme do MCU no Brasil e o sétimo maior do ano até agora. Pelo lado negativo, sua bilheteria talvez não consiga ser muito maior do que isso: em média, os filmes do MCU costumam ter 94,5% de seu público total pela quinta semana e, se Ragnarok ficar dentro deste padrão, sairá de cartaz com cerca de 6,3 milhões de ingressos vendidos. Por si só, este seria um ótimo número, porém ainda seria abaixo dos públicos alcançados por todos os outros longas de heróis do ano, incluindo Logan, Homem-Aranha: De Volta ao Lar e Mulher-Maravilha.

 

    LEIA TAMBÉM!

 

É neste sentido que a concorrência deprimente pode ajudar, afinal, como eu disse acima, o único blockbuster de ação e aventura agendado para os próximos dias (aliás, até o final do ano) é Star Wars. Claro, na semana que vem é possível que as estreias de Assassinato no Expresso do Oriente e Jogos Mortais: Jigsaw tirem Ragnarok da segunda posição. Porém, eu começo a pensar que é bem provável que, na semana em que os últimos Jedi estiverem chegando aos cinemas tupiniquins, Ragnarok ainda estará no top 10 das bilheterias brasileiras.

 

Confira o ranking do último fim de semana no país:

 

Bilheteria Brasil de 23/11/17 a 26/11/17:

 

Filme Semanas em cartaz Renda na semana (em R$) Público na semana Renda acumulada (em R$) Público acumulado
1- Liga da Justiça 2 17.402.964 1.015.555 81.550.710 4.950.418
2- Thor: Ragnarok 5 2.488.825 151.333 95.488.622 5.996.434
3- Pai em Dose Dupla 2 1 2.172.621 142.127 3.209.414 205.485
4- Victória e Abdul: O Confidente da Rainha 2 494.441 22.809 1.637.891 77.305
5- Boneco de Neve 1 478.380 20.638 478.380 20.638
6- Depois Daquela Montanha 4 370.008 18.557 7.521.377 420.708
7- Big Pai, Big Filho 4 197.237 14.253 4.059.752 290.949
8- Gosto se Discute 3 184.800 11.631 2.166.864 150.468
9- Uma Razão para Viver 2 116.323 6.028 556.283 29.953
10- A Noiva 4 84.566 5.149 4.299.895 308.861

 

Comenta aí, Marvete!

legadodamarveldisqus