Avaliamos toda a FASE 1 da Netflix com as séries da Marvel!

Curte lá!
Dá um follow aê!
Segue lá!
Se inscreve aê!

Hoje em dia o grande desejo de muitos marvetes é que os X-Men e, principalmente, o Quarteto Fantástico, saiam dos domínios da Fox e voltem para a Marvel Studios. Muitos não devem lembrar, mas já houve uma volta ao lar antes do acordo com a Sony pelo Homem-Aranha.

 

    LEIA TAMBÉM!

 

Em 2003 teve um filme do Demolidor estrelando o Ben Affleck que, claro, você lembra. Ele e Jennifer Garner lutando num parquinho, well, é um filme datado, nem na época agradou, e não a toa, o personagem entrou num limbo aguardando que algum dia alguém o retomasse. E tentaram!

 

O diretor Joe Carnahan (do clássico moderno cult Esquadrão Classe-A) tinha um projeto de trilogia ambientada nos anos 70/80, que seria um filme censura 18 (Olha aí, Logan não é tão inovador assim) com promessas de ultraviolência. Mas, como nem toda grande ideia ganha vez em Hollywood, os estúdios recusaram, e logo depois o tempo se esgotou. A Fox não mexeu mais no cara, e contratualmente, hora de voltar pra casa.

 

 

Demolidor passará a ser da Marvel Studios novamente, e agora? O que eles poderiam fazer com o Homem sem medo em meio a todos seus planejamentos? Filmes +18 mesmo sendo moda agora, nunca vão se encaixar na principal linha do MCU, nem mesmo um vigilante urbano já que agora sabemos que a meta traçada era pra Guerra Infinita. Aí, uma das mais sensatas ideias foi tomada: “Bora mandar em série então, po!”.

 

    LEIA TAMBÉM!

 

E BOOOM! Fecharam com a Netflix, os caras não são bobos. E a ideia de série não veio só com o melhor advogado da Marvel, mas também a confirmação do desenvolvimento das séries de outros heróis, levando à formação da equipe Os Defensores. Com isso, né, já foi feito um plano de desenvolvimento, obviamente na onda da explosão dos Vingadores. Dá para entender, foi algo tão grandioso que até hoje uns tentam copiar sem sucesso, certo?

 

 

Universos compartilhados viraram o grande lance, e a Marvelflix humildemente pode ser parabenizada pelo que atingiu até o momento, praticamente 5 anos depois da reversão dos direitos do personagem. 6 séries, 7 temporadas, uma reunião de equipe melhor que a Liga, e um saldo bem positivo.

 

    LEIA TAMBÉM!

 

2015:

 

A primeira temporada de Demolidor assustou todo mundo com o quão FODA e violenta ela era. Tanto um Murdock de respeito como um Rei do Crime de peso (tanto no visu quanto na atuação). Tchau, fantasma do Ben.

 

 

A primeira temporada de Jessica Jones trouxe uma protagonista diferenciada e um dos melhores vilões dos últimos anos e de bônus cativou geral com o carisma dum certo Luke Cage. Só os sensatos amam essa temporada.

 

    LEIA TAMBÉM!

 

2016:

Demolidor bombou tanto, que logo já saiu a segunda temporada. O que tava bão ficou mais foda ainda quando Jon Bernthal deu as caras com a melhor versão do Justiceiro. E aí veio a Elektra, e mais Rei do Crime… Tinha como ser mais brabo?

 

 

Luke Cage estava de volta na sua primeira temporada solo, e estava um pouquinho menos xavoso do que em Jessica, e foi uma das primeiras decepções com esse universo quando o Boca de Algodão some muito cedo e temos que aturar aquela coisa vergonhosa chamada “”’Kid Cascável”””. Mas ainda assim, joia!

 

    LEIA TAMBÉM!

 

2017:

A primeira decepção do ano já veio com a entrada de Punho de Ferro, que não agradou  e não conseguiu fazer ninguém respeitar o imortal protetor de Kun-Lun e meio que desanimou geral pra qualquer coisa que viesse depois. Pra mim, não é uma bomba, é divertimento barato, mas dá pra entender a tristeza com a queda na qualidade e cara de novela.

 

 

E então, sem muitas delongas e enrolação, os Defensores se reuniram finalmente, e… foi isso. Talvez a broxada de Punho de Ferro tenha quebrado a emoção e o impacto que a reunião do grupo teria se viesse com mais calma. Mas não tem caô, o carisma da equipe junta é empolgante e te faz sentir como se seguisse aqueles malucos por muito mais tempo. Um universo iniciado em 2015 chegar ao ápice em 2017 e ser empolgante é uma conquista.

 

    LEIA TAMBÉM!

 

Como se duas séries não fosse projeto demais, o boladão do Justiceiro também já ganhou sua temporada solo e foi uma baita surpresa por ser algo tão maduro, com ainda mais violência que em Demolidor, e um nível de seriedade e densidade que nenhuma dessas séries de herói atingiu.

 

 

A Marvelflix não tem tanto essa pompa de “FASES”, mas é muito sensato colocar essas temporadas na categoria de Fase 1. Com 5 temporadas super positivas, uma que divida, e uma que seja negativa, dá pra ver na balança um resultado positivo, né não?

 

    LEIA TAMBÉM!

 

Os caras conseguiram se destacar, mas será que vão se manter a longo prazo? Segunda temporada de Luke Cage e Jessica Jones já estão em produção, assim como a terceira e promissora temporada do Demolidor. Então, fica aí a esperança de que o padrão continue, mas mesmo que tudo acabe, agora podemos dizer que os caras fizeram um bom trabalho com esse planejamento.

 

Esse é o Legado da Marvel dentro da própria Marvel. Leia mais: ACONTECEU: Disney finalmente comprou a Fox!!!

 

Leia TUDO SOBRE as séries da Marvel com a Netflix!

Comenta aí, Marvete!

legadodamarveldisqus